floquinhos

sábado, 7 de novembro de 2009

A poesia de J G de Araujo Jorge


Hoje estou triste

Amor... Hoje estou triste... Nesses dias
a vida de repente se reduz
a um punhado de inúteis fantasias...
... Sou uma procissão só de homens nus...

Olho as mãos, minhas pobres mãos vazias
sem esperas, sem dádivas, sem luz,
que hão de semear vagas melancolias
que ninguém vai colher, mas que compus...

Amor, estou cansado, e amargo, e só...
Estou triste mais triste e pobre do que Jó,
- por que tentar um gesto? E para quê?

Dê-me, por Deus, um trago de esperança...
Fale-me, como se fala a uma criança
do amor, do mar, das aves... de você!

18 comentários:

Vivian disse...

...olá linda!

bom dia, querida!

lindo poema, apesar de
triste.

mas bem sabemos que os poetas
cantam a tristeza em lindas
letras..

beijinhos procê!

Adolfo Payés disse...

ME siento tan bien entrando a tu blog..

Hermosa poesía acaricia el alma en el..


Un beso

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que disfrutes del fin de semana..

Dulce disse...

Vivan

Sabemos sim que é na tristeza que os poetas buscam seus melhores versos, que só eles sabem extrair beleza do que é triste...
Beijos e lindo domingo para você

Dulce disse...

Adolfo

Pois este blog o acolhe com amizade e fica feliz em recebe-lo...
Obrigada
Tenha um domingo de lindas poesias.
beijos

Carlos Albuquerque disse...

Um dia tinha que acontecer!
Não conhecia J G de Araujo Jorge.
Gostei do poema. Fui pesquisar. Graças a si, amiga Dulce, tive o prazer de encontrar o poeta, o político e o homem de liberdade. Fiquei mais rico.
Grato por ter colocado este poema.
BJS, bom Domingo

Dulce disse...

Carlos

Fico muito feliz em saber que, de alguma forma, pude apresentar-lhe um poeta que não conhecia.
Sou eu quem agradece.
Beijos e bom domingo.

Isa disse...

Boa semana,querida Amiga.
Na verdade o Poeta se realiza,afasta a tristeza,escrevendo,lançando ao vento o seu sofrimento.
Beijo.
isa.

Dulce disse...

Isa

E quanta vezes não nos agarramos aos versos deles para chorar nossa propria tristeza?
Para você também uma boa semana.
beijos

Dora Regina disse...

Obrigada por compartilhar essa linda poesia.
♥.·:*¨¨*:·.Ótima semana! .·:*¨¨*:·.♥

Fernanda disse...

Querida amiga Dulce,

Sempre encontra os mais lindos poemas e os melhores poetas para nos presentear. Obrigada.

Beijos doces,

Irene Moreira disse...

Dulce Boa Tarde!

Estou triste, mas ao ler a poesia me encantei que a triosteza virou alegria. Bjs e bom domingo

Dulce disse...

Dora Regina

Obrigada e uma ótima semana para você tambem
beijos

Dulce disse...



Que bom que gostou, fico feliz.
Sou eu quem agradece
beijos

Dulce disse...

Irene

Espero que a alegria permaneça. Que seu domingo seja de paz.
Beijos

Sonhadora disse...

Dulce
Lindo poema.
Gosto muito de te visitar.
Beijos

Dulce disse...

Sonhadora

Obrigada. Gosto muito de receber sua visita, também.
Beijos

Vitor Chuva disse...

Olá Dulce!

Confissão tocante de alguém que sentindo-se triste e só, "inútil", ainda assim se não resigna e tenta vencer, suplicando a ajuda de palavra amiga.
Tem tanto de lindo como de triste, e, nalguns casos, de verdadeiro.


Nota:Só há pouco me dei conta de que tinha juntado o seu nome à minha lista de seguidores - o que me dá grande satisfação.

Um grande abraço!

Vitor Chuva

Dulce disse...

Vitor

Na tristeza de certas poesias reside sua beleza e os poetas bem sabiam disso. Usavam sua dor muito mais do que sua alegria para compor seus versos...
Um abraço e obrigada.