floquinhos

sábado, 12 de setembro de 2009

A poesia de J G de Araujo Jorge

O lado bom

Quero ser uma ilha,

um pouco de paisagem,
uma janela aberta,
uma montanha ao longe,
um aceno de mar.

Quando precisares de sonho,
de um canto de beleza,
de um pouco de silêncio,
ou simplesmente
de sol... e de ar...

Quero ser o lado bom
em que pensas,
isto que intimamente
a gente deseja
mas nem sempre diz
- quero ser, naquela hora,
o que sentes falta
para seres feliz...

Que quando pensares
em fugir de todos
ou de ti mesma, enfim,
penses em mim...

8 comentários:

Pitanga Doce disse...

O meu Lado Bom ,vive na Bahia. Sempre disse isso a ele. E até quando quero fugir de mim (como ando querendo) penso nele e no bem que ele me faz.

Joéliton dos Santos disse...

QUE LINDO......
TE DESEJO UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA
ABRAÇÃO

Dulce disse...

Pitanga

A Bahia é terra boa, minha amiga, lugar gostoso de se viver, e afinal não fica tão longe do Rio...
Mas não fuja de você, não minha amiga. Aonde iria encontrar companhia melhor?...
beijos

Dulce disse...

Joéliton,

Obrigada.
Bom final de semana para você também.
Beijos

Fernanda disse...

Dulce, amiga,

Que lindo...quase não consegui conter as lágrimas.

Beijos

Dulce disse...


J G de Araújo Jorge é poeta de muita sensibilidade, que sabe cantar o amor com ternura.
beijos

elvira carvalho disse...

J G de Araújo Jorge é um poeta que me apaixona. Sabe que já o publiquei no Sexta? E olhe que são pouquíssimos os poetas que por lá passaram.
Um abraço

Dulce disse...

Elvira

Fico muito feliz quando escolho um autor que é do agrado dos amigos e dos leitores e parece que J G de Araújo Jorge foi aceitação unânime.
Que bom!

Um abraço