floquinhos

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Enquanto a chuva cai...


(Manuel Bandeira)

A chuva cai. O ar fica mole . . .
Indistinto . . . ambarino . . . gris . . .
E no monótono matiz
Da névoa enovelada bole
A folhagem como o bailar.

Torvelinhai, torrentes do ar!

Cantai, ó bátega chorosa,
As velhas árias funerais.
Minh'alma sofre e sonha e goza
À cantilena dos beirais.

Meu coração está sedento
De tão ardido pelo pranto.
Dai um brando acompanhamento
À canção do meu desencanto.

Volúpia dos abandonados . . .
Dos sós . . . — ouvir a água escorrer,
Lavando o tédio dos telhados
Que se sentem envelhecer . . .

Ó caro ruído embalador,
Terno como a canção das amas!
Canta as baladas que mais amas,
Para embalar a minha dor!

A chuva cai. A chuva aumenta.
Cai, benfazeja, a bom cair!
Contenta as árvores! Contenta
As sementes que vão abrir!

Eu te bendigo, água que inundas!
Ó água amiga das raízes,
Que na mudez das terras fundas
Às vezes são tão infelizes!

E eu te amo! Quer quando fustigas
Ao sopro mau dos vendavais
As grandes árvores antigas,
Quer quando mansamente cais.

É que na tua voz selvagem,
Voz de cortante, álgida mágoa,
Aprendi na cidade a ouvir
Como um eco que vem na aragem
A estrugir, rugir e mugir,
O lamento das quedas-d'água!

24 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDA DULCE, MARAVILHOSO POEMA ... AQUI MUITO BEM REPRODUZIDO... UMA TARDE FELIZ AMIGA... ADORO-TE,
FERNANDINHA

heli disse...

Dulce!
Manuel Bandeira é sempre bem vindo.
Passei por aqui para te deixar um abraço bem caloroso e dizer que ando meio atarefada, por isso ando meio distante dos blogs.Sempre leio suas postagens e nem sempre faço comentários, mas estou sempre aqui.
Beijos com carinho e desejos de um belo dia.

Dulce disse...

Fernandinha

Você é um amor de pessoa, amiga.
Muito obrigada por esse carinho. Carinho que se vê igualmente em sua filha, a Susi, sempre tão doce, tão gentil quanto a mãe... Linda essa família!
Beijinhos

FOTOS-SUSY disse...

OLA DULCE, ESPECTACULAR POEMA, QUE TENHAS UM EXCELENTE DIA AMIGA...
BEIJOS DE CARINHO E AMIZADE,



SUSY

Dulce disse...

Heli

Sei bem, amiga, que em período de trabalho você fica sem tempo, então não se preocupe. Agradeço sempre sua presença e sua amizade. E venha se e quando puder, sabe que é sempre bem vinda.
Beijos e bom dia.

Dulce disse...

Susy

Muito obrigada, amiga. É sempre muito bom ter sua precença por aqui.
Beijinhos e lindo dia para você.

Graça Pereira disse...

Agora que começou aqui o Outono (embora o tempo ainda esteja quente) estes versos tão lindos de Manuel Bandeira casam maravilhosamente com a estação que começou há dois dias. Belissima escolha do poema. Um beijo e bom fds Graça

Agulheta disse...

Dulce.Manuel Bandeira é sem dúvida um mestre na poesia junto com Drummund? estas dois do outro lado do atlântico,são os proferidos meus claro!mas outros tem muito bons e com palavras doces,como as da Dulce muitas vezes.
Beijinho doce.
Lisa

Dulce disse...

Graça Pereira

Obrigada, Graça.
É que tabém a primavera começou por aqui com muita chuva e o poema de Bandeira estava bem acertado.
Na verdade, penso que os bons poetas acertam sempre, sempre caem bem.
Beijos

Dulce disse...

Agulheta

Há tantos e t´ão bons poetas em nossa língua portugesa que o difícil, as vezes, é escolher.
Você é tão gentil, minha amiga...
Obrigada / Beijinhos

pico minha ilha disse...

Mais um poeta dos grandes.O poema é lindo.
Beijinhos e tudo de bom

Dulce disse...

Pico minha ilha

Que bom que gostou, Salomé
Beijinhos e boa tarde.

Isa disse...

Atrasei-me...
Mas para lhe mandar um beijo está sp.na hora.
Beijo
isa

Ana Martins disse...

Amiga Dulce,
E enquanto a chuva caía,
Com a água na calçada a correr
Manuel Bandeira escrevia
O que só a chuva dizia
Sem mais ter para dizer!


Beijinhos,
Ana Martins

Dulce disse...

Isa,

Sempre é hora, minha amiga...
Beijo para você tambem e que tenha uma linda noite.

Dulce disse...

Ana

Ah, minha querida amiga, mas quem sabe faz, não é? rs... Qe modo mais lindo de fazer um comentário!... Amei!
Beijos e obrigada.

Irene Moreira disse...

Olá Dulce! Como conseguimos caminhar pelos versos de Manuel Bandeira ao olhar a imagem que colocaste com o banquinho solitário, a grama verde e o caminho que estaria a nossa frente. Obrigado por nos proporcionar coisas tão lindas.Sempre reservo um tempinho para vim me deliciar com suas prosas e versos e, agora vim também com um convite especial para que venhas me visitar e levar o selinho de 1000 visitas para juntar aos demais em sua sala de presentes onde ficarei muito honrada. Aproveitando quando estiver lá dê um pulinho na "Vitrine de Sonhos" onde seu comentário será muito valioso para mim. Beijos e boa noite.

Dulce disse...

Irene Moreira

Agradeço suas visitas, recebe-la é sempre um prazer. Seu comentário é muito gentil, muito obrigada
Fico honrada com seu convite e vou sim visitar seus cantinhos e comemorar com você esse número de visitas que é um marco para qualquer blog. Parabéns
E é com muito carinho que vou guardar o selinho que me oferece. Vai ficar no Livro dos Meus Selos, num lugarzinho muito especial
Beijos.

Carlos Albuquerque disse...

Falha minha!
Não conhecia este poema de Manuel Bandeira, de que muito gostei.
Obrigado, Dulce, por tê-lo aqui colocado.
BJ e abraço deste lado do mar

Dulce disse...

Carlos Albuuquerque
Bom dia

Gosto muito de Manuel Bandeira e sempre que posso trago-o para cá. Fico feliz quando acerto na escolha, quando meus amigos gostam do que encontram em meu cantinho.
Obrigada

Beijo

Fernanda disse...

Querida amiga Dulce,

Ontem não a visitei, estava muito triste, demais.
Se for ao Sempre Jovens perceberá facilmente parte da minha tristeza.

Felizmente hoje é outro dia e estou bem melhor.

As suas escolhas são sempre maravilhosas, embora eu não goste nada de chuva, mas...até pode ser romântico!

Beijinhos

Dulce disse...



Não se preocupe, amiga. Imaginei mesmo que estivesse assim, hoje, quando visitei o Sempre Jovens.
Se precisar falar, sabe que pode usar o e-mail, não é?
Beijinhos e obrigada.

elvira carvalho disse...

Vim ontem. Li o poema (que não conhecia) e gostei muito. Mas estava na hora de ir deitar a mãe, e não tive tempo para comentar. E depois o cansaço acabou por levar a melhor e já não voltei.
Obrigado pela partilha.
Um abraço e bom fim de semana

Dulce disse...

Elvira

Obrigada por voltar. Obrigada pela atenção que sempre dispensa ao meu cantinho.
Beijos e lindo final de semana para você.