floquinhos

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Finalmente um céu de primavera


Hoje o dia amanheceu maravilhosamente azul, como se fosse o primeiro dia desta primavera. Um céu azul de brigadeiro, um friozinho gostoso, desses que não exige mais que uma blusinha de lã fina e uma meia no pé - corrigindo, duas meias, uma em cada pé... rs... Acordei com o canto dos pássaros e antes mesmo de abrir a janela sabia que havia sol porque o canto era alegre. Mas o vento foi chegando de mansinho e agora, um pouco mais ousado, faz dançarem as folhas das árvores. Se estivéssemos ainda nos anos dourados, esse vento indiscreto passaria levando chápeus de destraídas cabeças masculinas e levantando as saias rodadas das moças descuidadas que aos gritinhos as arrebanhariam com mãos agitadas, fingindo acanhamento. Mas homens hoje não mais usam chapéus - uma pena, porque era um acessório elegante e era delicioso ve-los tocando-os com as mãos ao cruzarem na rua com uma senhora, em sinal de cumprimento, ou tirando-os num gesto de cortezia para com as damas - e as meninas já não usam saias rodadas, trocaram-nas pelas calças compridas, pelos confortáveis jeans, além de que, as pernas agora andam livremente a mostra, sem que ninguém se escandaliza com isso. Bonitas ou feias, passam sobre saltos, tenis ou rasteirinhas. Como dizia Mestre Drummond, em seu Poema de Sete Faces: "O bonde passa cheio de pernas: pernas brancas, pretas, amarelas. Para que tanta perna, ..."
E o vento segue sua trilha agitanto as folhas, o céu continua azul e a primavera finalmente chega em nossas manhãs.

22 comentários:

Fernanda disse...

Querida amiga Dulce,

Estamos aqui com tempo de Verão, não fosses as amplitudes térmicas e o calendário que já nos anunciou a mudança de Estação ninguém daria conta.

Ainda bem que amanheceu um dia primavil aí, eu adoro a Primavera co as suas belas flores e os seus perfumes florais.

Beijos doces como a Dulce.


PS.
Minha amiga, de tiver um minuto, peço-lhe que passe pelo Blogue Aldeia da Minha Vida, tenho o link Na Casa do Rau, leia o meu texto a concurso - Barca Velha - e se achar que mereço vote me mim.
Sei que posso contar consigo.

Dulce disse...



Já tinha passado hoje pela Casa do Rau, mas tive que sair e deixei para voltar depois e ver tudo com mais cuidado. Até copiei a receita de um bacalhau que deve ser "de se comer ajoelhado"... rs.
Mas volto la com o maior prazer para pegar o ling e ir lá para votar. E fico torcendo por você, querida amiga.
Beijinhos

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA DULCE, BELA PRIMAVERA A COMEÇAR PELA FOTO...!
ADOREI O TEXTO... VOTOS DE UM BOM FINAL DE SEMANA,

BEIJINHOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Dulce disse...

Fernandinha,

Muito obrigada.
Bom final de semana para você também.
beijinhos

FOTOS-SUSY disse...

OLA DULCE, BELISSIMA FOTO, GOSTEI IMENSO DO TEXTO...QUE PASSES UMA OPTIMA TARDE DE SEXTA-FEIRA, FICA COM DEUS AMIGA!!!
BEIJOS DE CARINHO,


SUSY

Dulce disse...

Susy

Muito obrigada, gentil amiga.
Uma ótima tarde para você também.
beijos

elvira carvalho disse...

Que bom que a Primavera chegou.
E sabe uma coisa? O meu mais que tudo usa chapéu. Nem sempre, só no Inverno, mas eu adoro vê-lo de chapéu.
Um abraço e bom fim de semana

Dulce disse...

Elvira

Sempre achei chapéu um acessório de elegância para o homem e não entendo como possa ter caído em desuso, principalmente no inverno (para proteger do frio e da garoa) e no alto verão (para proteger do sol).
beijinhos

Pitanga Doce disse...

Aqui já teve sol já teve calor e agora vem um ventinho trazer nuvens indecisas. Mas para mim está A-ZU-LI-NHO!

beijos doces, Dulce

Dulce disse...

Pitanga Doce

Maravilha, Mila!...
Fico tão feliz por você, minha amiga! Curta cada segundo.
beijos

Isa disse...

Dulce,minha Amiga,gostei tanto do seu post!
Beijo.
isa.

Dulce disse...

Isa

Ah, que bom, minha amiga!
Muito obrigada.
beijo

Agulheta disse...

Querida amiga!
Ao ler este texto me levou aos anos do cinema dourado,e porquê,eramos pequenas adolescentes e tentavamos ir ao cinema,iludindo o porteiro que se tinha mais idade,um dia par ver um actor que eu adorava entrei no cinema confundindo a idade,e não é que o meu pai me foi lá buscar? Educação doutra altura,só para dizer que esse actor usava chapeu e seu belo fato e bigode?Clark Gable? eu vim embora a chorar,como era alta os meus treze anos,disse que tinha dezoito.Quanto ao texto está lindo e para já com o sol que por aqui está,faz lembrar a primavera.
Beijinho e tudo de bom.
Lisa

Carlos Albuquerque disse...

Amiga Dulce,
Vc é mesmo uma menina feliz! Acordar com o canto dos pássaros...
E esse seu texto, deixe que diga, esse seu texto poético, recordando costumes passados!
E, ainda, Drummond de Andrade!
Visitar seu blog é sempre uma festa.
BJS e abraço deste lado do mar

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

"Um céu azul de brigadeiro". Nunca tinha ouvido essa expressão deliciosa.
Por aqui anda um Outono ainda com resquícios de Verão.
Bom fds!

Dulce disse...

Agulheta

Tem razão, Lisa, eram outros tempos, outra forma de educar. Melhores ou piores? O tempo dirá. Só que digo é que eram lindos e que vivê-los, para mim, foi um privilégio.
Obrigada. Beijos

Dulce disse...

Carlos Albuquerque

Meu amigo, muito obrigada.
A festa só é completa quando os convidados são especiais, como vocês o são. É a presença de cada um de vocês que torna este cantinho tão especial
Obrigada.
Beijos

Dulce disse...

Carlos

Então, que esse seu outono com cara de verão tenha ainda muitos dias lindos, com um céu azul de brigadeiro.
Um Abraço

Ana Martins disse...

E tudo é tão lindo na Primavera Dulce!

Gostei muito deste texto, foi como se conseguisse sentir o vento que minuciosamente descreveu.

Beijinhos,
Ana Martins

Dulce disse...

Ana

Obrigada, minha amiga.
Na verdade, a primavera é sempre inspiradora, com suas cores, suas flores e o clima de romance que carrega consigo.
beijinhos

Daniel Costa disse...

Dulce

Li uma boa crónica de costumes, dos que foram e dos que são.
Aí, ao contrário do hemisfério norte é Primavera, mas a nostalgia de Outono perecerá um facto: Como eram bonitos os tempos de ontem!
No entanto o nosso mundo mudou, por mim a adpação é fácil, mas não se vive de recordações, mas é agradável ter o prazer de recordar é óptimo.
Daniel

Dulce disse...

Daniel

Concordo com você quando diz que não se vive de recordações, também não sou saudosista, mas claro que não dá para não sentir pelo menos uma saudadinha dos tempos que se foram, não é? E é inegável que recordá-los é bem bom. Fazer comparaçoes? Ah, já isso não sei, depende de cada um. Eu os comparo sem amargura, apenas constatando e, algumas vezes, lamentando, mas acho que é assim mesmo...
Bom final de semana.