floquinhos

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

E a lua fez pose para a foto...

(foto tirada da janela da sala - pelo que se vê, a lua não contagia minha câmera que, enciumada, recusa-se a reproduzir fielmente a imagem que se descortina lá fora... rs...)

Ontem saí para jantar com minha filha e na volta, durante todo o trajeto do restaurante a casa fui, encantada, namorando a lua...
Ao sair do restaurante meus olhos perderam-se naquele céu azul do anoitecer de um dia de verão aonde ela imperava em toda sua beleza de quase cheia e a medida em que a noite foi caindo, minha alma deixando-se envolver por sua luz suave, doce, foi permitindo que meu coração se enchesse de ternura e, numa espécie de magia, meu pensamento foi mergulhando no passado, dançando entre outras noites como esta, noites que eram plenas de sonho, de fantasia, de amor...
Angélica, mais prática e menos romântica do que a mãe, astrônoma que é e, como tal olhando para a lua de forma não tão poética. sorrindo, deixou-se ficar na direção do carro sem falar, para não atrapalhar meu momento...
De momentos assim são preenchidos meu coração e minha alma... Da suave luz do luar que se derrama esta noite sobre Winchester, minha fantasia alça voos, escreve histórias...

Na madrugada do dia dois de setembro do ano de dois mil e nove

15 comentários:

cristal de uma mulher disse...

Assim como a luz desta lua de brilhante são tuas palavras que como voo expandem nostaugia e vivacidade..Beijos amada amiga.

ney disse...

Mas essa Lua... estava ai e aqui no Brasil, brilhou de dia e de noite aqui no Rio. Hemisférios norte e sul, mas num mesmo alinhamento, e ela brilha nesse lado da Terra. Viva a Lua! ney.

Pitanga Doce disse...

Nossas vidas de detalhes...

bom dia Dulce

Dulce disse...

Cristal de uma mulher

Bom dia e obrigada pelas suas palavras.
beijos

Dulce disse...

Ney

Pois é, essa lua cúmplice de tantos momentos, luz que ilumina a alma dos românticos incorrigíveis (rs) e que brilha indistintamente nos dois hemisférios, essa lua que já foi de São Jorge, que já foi dos astronautas, que já foi e sempre será dos namorados e enamorados...
Ah, essa lua!...

Dulce disse...

Pitanga Doce

É, minha amiga, detalhes... pequenos e deliciosos detalhes que enfeitam a vida de todos nós...

Beijos

Lídia Borges disse...

São momentos assim que dão sentido à vida e a enchem de encanto.
São momentoa assim que nos permitem a evasão...


Um beijo

Dulce disse...

Lidia

Momentos que contam, e muito...
Raros, as vezes, mas encantados.

beijos

Fernanda disse...

Doce Dulce,

A eterna romântica, como eu sei bem o que lhe vai na alma...

Beijos

Dulce disse...



É preciso sentir para entender, minha amiga... Ah, estas nossas almas inquietas!...
beijinhoa

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Alua é muito perigosa! Insinua-se por entre a noite escura e leva-nos a sonhar acordados. Eu já sei que é assim, mas empre que a vejo nesses preparos que a sua foto mostra, deixo-me seduzir!

Dulce disse...

Carlos,

Eu também... Prazerosamente, aliás.
Cheguei a imaginar que com o passar do tempo isso mudasse, a alma se aquietasse, mas qual o que... a lua ainda causa muito rebuliço... rs... Mas é bom demais...

Rosemari disse...

Olá Dulce

Vim para conhecer seu blog e agradecer o selo ofertado ao Empório do Café Literário. Foi um prazer recebê-lo. Parabéns , seu blog está lindo!

Rosemari disse...

Olá Dulce

Vim para conhecer seu blog e agradecer o selo ofertado ao Empório do Café Literário. Foi um prazer recebê-lo. Parabéns , seu blog está lindo!

Dulce disse...

Rosemari

Não há o que agradecer.
Obrigada pela visita e pelas palavras.

Um abraço