floquinhos

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

O NOVO MORADOR DA CASA


Dando as boas vindas ao Bill...

Meu filho me comunica que a casa tem um novo morador, que quando voltar ao Brasil vou encontrar o Bill devidamente instalado, a minha espera.
E recebo uma foto da meu novo companheirinho, todo empertigado, fazendo pose, como já adivinhando o quanto gosto de tirar uma foto, e mostrando que vai ser um modelo e tanto... Todo branquinho, ainda quase um bebê, vai pintar e bordar pela casa até aprender a se comportar, vai tirar meu sossego...
Faz tempo que não tenho um animal de estimação. Quando menina, e nem me lembro realmente disso, as lembranças eram de minha mãe, que mas contava, havia o Duque, um cachorro que parecia mais minha babá, porque não saia do meu lado. Depois tivemos o Bob, quando meu irmão era pequeno, um luluzinho lindo todo branco, mas invocadíssimo... e que ninguém se aproximasse dele enquanto comia... era mordida na certa. Só décadas depois, quando compramos uma chácara, foi que meu marido e meu filho resolveram comprar um cachorro. E a escolha recaiu sobre um pastor alemão, enorme, mas doce como um "candy". Viveu pouco, mas foi o suficiente para nos apegarmos tanto a ele que nunca mais quisemos ter outro cachorro.
E agora vem o Bill... Podia ser Totó – alguém se lembra de quando os cachorrinhos de estimação eram dóceis vira-latas e que se chamavam Totó? Hoje cachorro vem de canil e tem nome e sobrenome, pedigree, etc e tal... Então é Bill – ou seria Willian, simplificado para não parecer muito pernóstico? (Rs) Preciso ver o registro dele para tirar essa cisma... Devo pois chama-lo de Bill ou de William? E se for Bill, quem será o homenageado? O Clinton ou o Gates?

Mas seja vira-lata ou cheio de pedigree, o carinho que recebemos deles, bem como o que lhes dedicamos, continua o mesmo. Eles viram membros da família, ganham espaço garantido na casa e no coração da gente.
Mesmo sem conhecer o Bill, só olhando a foto, pressinto que será assim.
Então, seja bem vindo Bill. Espero que possamos ser grandes e bons companheiros pelos anos a fora.

See you soon...

Dulce
janeiro/2008

2 comentários:

momenti-momenti disse...

Sweet! I wish I could understand portugal...

Dulce disse...

Thank you.. But you are welcome with or wythout speeking portuguese.