floquinhos

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

MARIO QUINTANA - PENSAMENTOS

Mário de Miranda Quintana, (1906-1994) poeta, tradutor e jornalista gaúcho, sensibilidade a flor da pele, espirituoso ao extremo, tem para cada situação que se pense uma frase perfeita. Sei que talvez possa ser repetitiva deixando aqui algumas frases dele, mas há algumas tão parecidas com o que sinto, que vou me atrever a ser mesmo repetitiva e coloca-las aqui para vocês, porque Quintana nunca é demais.. E falar através das palavras de um poeta...


"O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser."


Uma vida não basta ser vivida. Ela precisa ser sonhada


Quero todo o teu espaço
e todo o teu tempo.
Quero todas as tuas horas
e todos os teus beijos.
Quero toda a tua noite
e todo o teu silêncio.


O luar é a luz do sol que está dormindo...


Quem disse que eu me mudei?
Não importa que a tenham demolido:
A gente continua morando na velha casa em que nasceu.


Somos donos de nossos atos,
mas não donos de nossos sentimentos;
Somos culpados pelo que fazemos,
mas não somos culpados pelo que sentimos;
Podemos prometer atos,
mas não podemos prometer sentimentos...
Atos são pássaros engaiolados,
sentimentos são pássaros em vôo.


"Procures me amar quando menos mereço, pois é quando mais preciso"

6 comentários:

hillary laysla disse...

Adorei o blog ♥ e amei os brilhinhos na flechinha....♥ contineu pk vc tem talento.....♥♥♥

hillary laysla disse...

Amei de coração.....♥♥♥

Dulce disse...

Hiláry Laisla
Obrigada pela visita e por seus comentários tão gentis.
Um abraço

Aline Brandt disse...

Bom dia Dulce... Sou fã de Mario Quintana. Escrevi, semana passada, uma crônica sobre ele em meu blog... Se tiver um tempinho passe lá (http://livrosecafecom.blogspot.com.br/)... Abração e tudo de bom...

Dulce disse...

Aline Brandt
Obrigada pela visita e seja muito bem vinda ao Prosa.
Um abraço

Aline Brandt disse...


Que bom que teve um tempinho para conhecer meu blog amiga Dulce Costa... Pena que seu comentário está "truncado" e não apareceu no meu blog - somente o recebi por email. Ontem escrevi mais uma crônica tendo, como inspiração, Mario Quintana. Espero que goste...Grande abraço.Vou continuar visitando o seu blog. Gostei sobremaneira das suas postagens no Em prosa e verso.