floquinhos

sábado, 10 de janeiro de 2009

MEUS POETAS DO CORAÇAO



Ah , os poetas do meu coração!
Quantas vezes não recorro a eles para expressar o que me vai na alma!... Incontáveis vezes chegam-se a mim para mostrarem-me sentimentos que tento manter escondidos de mim mesma, e, nas minhas madrugadas insones me são companhia amiga, ajudando-me a atravessar as horas vazias e sombrias de longas noites passadas em solidão... São encanto, são ternura, são paixão, muitas vezes são descobertas...
Costumo dizer que quando um poeta nasce, traz consigo a árdua missão de traduzir em palavras os sentimentos e as emoções que afligem o ser humano ao longo de sua caminhada pela vida. E costumo questionar-me sobre como nós, míseros mortais, sem a capacidade ou a sensibilidade dos poetas, como conseguiríamos nós expressar o que nos vai n’alma senão através dos versos, da poesia desses seres iluminados...
A poesia tem sido um alento em minha vida; por meio dela consigo me entender melhor e chego mesmo a utilizá-la, sem a menor cerimônia, para expressar meus próprios sentimentos.
Elegi-os através dos anos, trago-os comigo sempre e vou fazer de cada um deles uma presença, a princípio diária, neste meu espaço virtual, para dividir com os que me lêem a sensibilidade e a beleza de seus versos.
Abro com Florbela Espanca, pura paixão, sentimento, angustia, sonho, mágoa... ou, simplesmente, mulher em toda a sua plenitude que tão bem soube expressar a alma de uma mulher que amava, acima de tudo, AMAR.

Dulce
Wincheser, janeiro de 2009


Amiga


Deixa-me ser a tua amiga, Amor,
A tua amiga só, já que não queres
Que pelo teu amor seja a melhor,
A mais triste de todas as mulheres.


Que só, de ti, me venha mágoa e dor
O que me importa a mim?!
O que quiseres
É sempre um sonho bom!
Seja o que for,
Bendito sejas tu por mo dizeres!

Beija-me as mãos, Amor, devagarinho...
Como se os dois nascêssemos irmãos,

Aves cantando, ao sol, no mesmo ninho...


Beija-mas bem!...Que fantasia louca
Guardar assim, fechados, nestas mãos,

Os beijos que sonhei pra minha boca!...

(Florbela Espanca)


2 comentários:

Lourdes C. Filipe Martinho disse...

Agradeço a visita que fez ao meu blog e o comentário simpático que deixou. Passei pelo seu e vou ficar visita assídua.
Um beijo,
Lourdes

Dulce disse...

Fico muito feliz com sua visita, Lourdes. Obrigada.
Volte sempre, você é muito bem vinda.
Beijos