floquinhos

quarta-feira, 29 de julho de 2009

No tempo de ser vovó...

Meus gringuinhos e eu...

Estavamos a mesa de almoço quando meu neto Alexander, de 8 anos, olhando para o irmão, disse: " I love Dulce Camp"... Olhei para ele que continuou em português - " É muito melhor que o outro"... Sem entender o que ele queria dizer, apenas disse - "Explique", porque as vezes, no meio de uma frase em português ele entra com palavras em inglês, sem perceber. Ele apenas olhou para mim e disse - Dulce Camp is much better"...." Ok, mas explique, não entendi..." Então o Philip explicou que os primeiros quinze dias do mês das férias, quando eles ficaram com o pai, na verdade eles ficaram no Meadow Breeze Camp. Iam pela manhã e retornavam a tardinha e agora, no mes de ficarem com minha filha, e porque ela tinha que sair para trabalhar, eles estavam frequentando o Dulce Camp, que era muito melhor... Que era muito melhor ficar com a vovô, porque a comida era quentinha, gostosa, que tinham o cafezinho da tarde sempre com novidades, etc. etc... Então eu olhei séria, para eles e, fingindo zanga, perguntei se o Dulce Camp só era bom porque eles ficavam sem fazer nada e comendo o que gostavam... Olharam espantados para mim e o Alexander correu para me abraçar dizendo: "Não e nada disso, vovó Dulce... Nós gostamos mais porque we love you!..."
E a vovô está até agora tentando recolher o coração que se desmanchou de tanta ternura...

22 comentários:

marilia disse...

Que coisa mais linda!
não tinha mesmo como não se derreter...

Agulheta disse...

Dulce. É bom ser avó! voltamos a ser criança novamente e até entramos nas suas diaburas,depois vem aquele abraço gostoso e terno,parabéns eu também o sou de um casal uma menina e um menino.
Fica bem beijinho.

tibeu disse...

Pois minha amiga, ser v´vó é a coisa mais linda do mundo, eu adoro e o meu netinho é muito carinhosa, pois que é criado por mim a meio tempo, uma semanna passa comigo e outra sema com a outra vóvó, isto enqanto os pais trabalham, ao fim da tarde lá vai ele para casa dospais. SEmpre deixando bj e xi apertadinhos. Gostei do seu blog

Dulce disse...

Pois é, Marilia,

Coração de vó é mesmo manteiga derretida... rs...

bjs

Dulce disse...

Agulheta (Lisa)

Mas não é mesmo uma delicia? As vezes tiram a gente do sério (rs), mas o carinho deles sempre compensa tudo...
Obrigada.
Beijos

Dulce disse...

tibeu

Na vida moderna os netos ficam mesmo com as avôs para os pais trabalherem.
Vim ficar com eles nestas férias de verão, normalmente eles ficam o dia todo na escola. Mas é uma delicia, sim, e olhe que eu tenho seis... dois aqui e quatro no Brasil. Tenho que me dividir...
Obrigada por sua visita, fico feliz que tenha gostado do meu cantinho e aguardo sua visita sempre que quiser vir.
beijos

Lourdes disse...

Dulce
Que gratificante é receber assim o carinho dos netos...
É mesmo para ficar toda "babada". Que bom estar com eles!
Beijinhos

Pitanga Doce disse...

Essas crianças são o nosso Sol mesmo quando está a chover.

boa noite Dulce

Dulce disse...

Lourdes

As crianças são sinceras e espontâneas e assim nos permitem viver momentos muito lindos. E ficarmos a cada dia mais babadas... rs...
Beijinhos

Dulce disse...

Pitanga

Boa noite, Mila. bom descanso e lindos sonhos.

beijos

Isa disse...

Minha Amiga Dulce,essas palavras são aroma de flores,doçura de criança bem Amada.Concordo:" Dulce
camp is much better.
Até para mim...doce Amiga.
Beijo.
isa.

Daniel Costa disse...

Dulce

Vóvó, como dizem aí, porque aqui é apenas avó, é mãe duas vezes. No meu caso, 6 anitos, tendo-se entrado nas férias, acabo por ter de entrar nas brincadeiras. Como levo tudo a sério (até a brincar), acabo por ser o mais garoto.

Voltando a outro lado, como ela e ao mesmo tempo cheguei a usar fralda. Por essa e outras, a miúda vê-me como um miúdo igual.
Garanto, não ter sentido sofrimento. Jamais senti dores, ou algo me prejudicasse as boas digestões.
Afinal, foi a maior aventura, das várias que vivi.
Uma vez extremamente positivista, tudo entra no rol de aventura, até em zona de intervenção na guerra de Angola.
Daniel

Dulce disse...

Isa,

Obrigada!

Só mesmo sendo avó para entender isso, não? rs... E o Alexander é mesmo assim, mais doce, temperamento latino, enquanto que o Philip é mais reservado. Temperamento mais escandinavo... rs... Mas ambos adoçam minha alma.

beijinhos

Dulce disse...

Daniel

Certamente é esse seu espírito de positivismo quem o leva a superação.
Guerra, problemas de saude, tudo enfrentado com a força de um espírito forte. Como já disse, uma lição de vida que transmite não só aos seus amigos e leitores, mas também e principalmente a sua pequena neta que há sempre de se orgulhar do avô.
Um abraço.

Fernanda disse...

Amiga Dulce!
Que bom ter logo dois...que alegria!!! Of course, they love Granny Dulce immensely!!!

Estou à espera de ser abençoada com a dádiva de ser avó.
O meu único filho tem agora 30 anos e vive actualmente com uma Portuguesa, depois de duas Suíças, a Fátima, que tem duas filhas do primeiro casamento, mas eu ainda não as conheço, só por foto.
Se tudo correr bem as conhecerei a todas no Natal.

Mesmo assim, já disse ao meu filhote, o Pedro, que quero muito um, e de preferência igualzinho a ele.
Brinco, eu quero é um ou uma neto/a e poder dar-lhes todo o meu carinho.

Beijinho

Dulce disse...



Na verdade essa alegria é multiplicada pois tenho seis netos (5 homens e só uma garota) Quatro no Brasil e dois aqui nos USA. Os dois mais velhos, O Caio (filho de meu filho mais velho) e a Bia (de meu segudo filho) vão logo fazer dezoito anos. Ainda tenho o Gabriel (14) e o César (11) tambem do segundo filho. Os dois gringuinhos 10 e 8 anos) são filhos da Angelica, minha filhotinha... rs
Como vê, uma dádiva...
Também espero reuni-los, a todos, no Natal.
beijos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Até eu, deste lado do Atlântico, senti um arrepiozinho ao ler seu post. Tem toda arazão para ficar babada.

Dulce disse...

Pois é, Carlos,

São as compensações da vida...
Total e completamente babada... rs...

Sandra disse...

Dulce!
É por este motivo que estou aqui na casa de minha. Longe da minha casa, mas pertinho da casa de minha mãe.
Estou aqui a uma semana. Voltarei final de semana.
É muito bom bom poder estar do ladinho de nossa familia. Ainda não tenho neto. Mas trago meu filho para ficar próximo a seus avós.
Meus pais estão com 71 anos. Temos que curti-los enquanto estam com agente, vivos..
Parabéns pelos lindos netos.
Sandra
Tem um carinho no blog uma interação de amigos.
Passe lá.

Dulce disse...

Sandra

É isso mesmo, temos que estar com a familia enquanto podemos. Houve tempo em que eu ia para a casa de meus pais com meus filhos, para que eles convivessem com os avós. Agoro é minha vez de conviver com meus netos.
Obrigada.
E agradeço também o carinho para os amigos que vou sim passar no seu blog para retirar. Obrigada.
Bom restinho de semana.
Beijos

wallper.lima disse...

É mto bom ouvir essas coisas, puras e sinceras...
Voltei a essa postagem só para dizer que seus netos são linnnnndos! Mto fofinhos.
Bjocas em tds na bochecha.
Wal.

Dulce disse...

Waleria

Muito obrigada. Sou suspeita para falar, mas, cá pra nós, também acho... rs... E nem adianta alguem falar que sou vó coruja, porque sou mesmo, assumida... risos...
Obrigada, Wall
beijos