floquinhos

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Na tarde chuvosa, a poesia de Florbela Espanca



Alma Perdida

Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma da gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou!

Tu és, talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
Dalguém que quis amar e nunca amou!

Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!

Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que tu eras a minh'alma
Que chorasse perdida em tua voz!...

14 comentários:

Daniel Costa disse...

Dulce

Vim falar das caras dos amigos, para dizer que deverá mesmo haver alterações, ainda não
descortinei bem o que há a fazer.
Aproveitei para ler o excelente poema.
Filhos, por opção, tenho apenas uma, com a neta de seis anos.
Daniel

Dulce disse...

Daniel

Obrigada pela atenção.
Então o jeito é aguardar para ver o que acontece, quais são as mudanças.
Florbela sempre faz bem a alma, não?
Um abraço

♥ ♥ Rabiscando disse...

É na beleza de uma poesia q nosso ser se transporta. Bela escolha.

beijos!

Dulce disse...

Rabiscando

Sem dúvida alguma.
Obrigada pela visita, volte mais vezes.
beijos

Pitanga Doce disse...

Florbela vai bem com chuva, com Sol...
Florbela amou demais!

Dulce disse...

Pitanga

Com chuva, sol, garoa, até com neve... rs... Aliás, com neve caindo la fora, a lareira acesa cá dentro, um chocolate quentinho e uma boa companhia, haja poema de Florbela...

beijos

Dora Regina Dias Pereira disse...

Querida Dulce, lindo poema...Parabéns!
Abraços!

Ana Martins disse...

Mais um dos belíssimos sonetos de Florbela Espanca!

Beijinhos,
Ana Martins

Lourdes disse...

Dulce
Por aqui o tempo também não está nada bom. O Verão tem sido muito esquisito. Hoje, temos tido aqui uma ventania muito estranha. O tempo ameaça chuva e realmente apetece estar aconchegada e por a leitura em dia. E quem melhor para nos acompanhar que Florbela?
Beijinhos

Pitanga Doce disse...

Minha querida, eu já tive tudo isso. Só faltou Florbela.

Dulce disse...

Obrigada,Dora,

Um abraço para você também e uma boa noite.

Dulce disse...

Ana,

Este é um dos sonetos dela que gosto muito.
Beijinhos

Dulce disse...

Lourdes,

Parece que o tempo anda esquisito no mundo todo, parece que as estações já não são mais definidas. Ainda aqui no hemisfério norte nota-se um certo equilíbrio, um pouco mais, um pouco menos, mas lá para baixo da linha do equador, parece que o tempo enlouqueceu... E haja saúde para tanta mudança,

beijinhos

Dulce disse...

Pitanga,

Eu também, minha amiga, eu também...

beijos e boa noite.