floquinhos

sábado, 28 de março de 2009

DIANTE DE UMA FOTO...


(Foto: Maria Emilia - http://talqualsou.blogspot.com/ )

Absorta na beleza que se descortina nesta foto de um entardecer, nos tons que o cair da noite derrama sobre as flores, no jogo de luz e sombra que se forma diante de meus olhos, deixo que minha alma encantada se desprenda de mim e vague mansamente entre os canteiros, passeie sua saudade por entre as flores... E na imensa solidão que me consome, choro sua ausência...

5 comentários:

heli disse...

Dulce.
Fiquei encantada com sua descrição, em palavras sábias, conseguinte criar uma cena belíssima!

Tenho lido suas crônicas, sempre esperando a que vai ser ainda postada, num desejo de conhecer mais um pouquinho dessa Dulce tão meiga e doce em suas palavras.
Bjs
heli

Dulce disse...

Muito obriga, Heli.Por suas palavras, por sua presença.Bom demais ter você por aqui.
Bjs.

Maria Valadas disse...

Palavras melancólicas e ao mesmo tempo tão doces, ao contemplares essa bela fotografia, que mais parece um tela acabada de pintar.

É assim a vida, minha querida Dulce,em que temos momentos de solidão... e nela refugiamos o nosso sentir.

Desejo-te um BOM fim de semana...com muita paz.

Beijinhos ternurentos.

Dulce disse...

Maria,
E penso que, nesses momentos de solidão, quando mergulhamos em nós mesmos, é que aprendemos a sentir, a enxergar melhor a vida.
bjs. e obrigada.

Maria Emília disse...

Na verdade sinto muito orgulho em que tenha escolhido o meu jardim, ao entardecer, face à Serra de Sintra, para abrir a sua alma. Aquela pequena luz que se vê no cimo da Serra é um castelo. Cada vez que o olhamos aparece-nos de forma diferente, conforme a hora do dia ou da noite. Parece um castelo encantado de um conto de fadas.
Os ausentes não se foram embora. Estão ali ao nosso lado. Àquilo que nos parece solidão pode tornar-se num bálsamo para a alma, para o corpo e para o espírito.
É preciso deixar-se envolver pela magia dos contos de fadas.
Espero que a minha foto ajude um pouco.
Um grande beijinho,
Maria Emília