floquinhos

sábado, 24 de abril de 2010

Os caminhos do mundo


"Mesmo que a rota da minha vida me conduza a uma estrela, nem por isso fui dispensado de percorrer os caminhos do mundo."

(José Saramago)

4 comentários:

Alma Inquieta disse...

Olá Dulce!

Olha, não posso dizer que sou uma admiradora de José Saramago e quando me lembro que tenho que ler "Memorial do Convento" faço um esforço para me esquecer...:=)
Mas esta frase é bonita e profunda... não posso negar...

Um beijo e bom final de semana.

Dulce disse...

Alma Inquieta

Vou confessar-lhe um "segredo". Memorial do Convento foi o primeiro livro do Saramago que me caiu às mãos e também não conseguia le-lo. Foram precisos vários outros (dele) para que chegasse ao Memorial... Saramago é mesmo assim... é preciso mergulhar fundo em sua obra e, dai para a frente, o feitiço está feito...
Beijos e bom dia para você;

Pitanga Doce disse...

Que me perdoem todos mas só consigo ver a imagem que me lembra gabardines em tardes de chuva. O cenário é igual. Só falta a chuva. Não. Falta todo o resto.

boa noite Dulce!

Dulce disse...

Pitanga Doce

Ô, minha amiga, que tristinha!... Amanhã o dia chega ensolarado, nem que seja dentro de sua alma... Em qualquer lado do mar, ver a Pitanguinha triste, entristece...
Beijos e boa noite, Mila