floquinhos

terça-feira, 13 de abril de 2010

O tempo dentro do espelho (1)


O tempo é a sombra e a luz do pensamento.
Mas sobretudo é o que te faz pensar.
Por isso ele não passa e não se perde.
O tempo dura inteiro ao teu dispor;
pele imóvel de mar em movimento,
feito de imagens, nuvens, flores, flamas
e cinzas - tudo coisas que te falam
na voz que não se cala, dos silêncios.

(Thiago de Mello)

7 comentários:

Maria Teresa disse...

Dulce:
Talvez seja essa característica do Tempo a mais dadivosa. Fazendo-nos pensar, funciona como aquela engrenagem que impulsiona também o coração, o que nos faz lembrar Fernando Pessoa: "E assim nas calhas de roda / Gira, a entreter a razão, Esse comboio de corda /
Que se chama o coração."
Bjos

Agulheta disse...

Querida Dulce! Sempre o tempo,com suas virtudes seus desejos,reflexões em movimento.Adorei as palavras.
Beijinho de amizade Lisa

Pitanga Doce disse...

O tempo é nosso maior cúmplice. Guarda em segredo tudo o que já vivemos e que ninguém nos pode tirar, porque já vivemos e fim! Ou não!

Boa noite, querida amiga. Aqui noite amena depois de um dia de muito trabalho.

Daniel Costa disse...

Dulce

De facto o tempo dura inteiro ao nosso dispor, quase sempre nós é que não sabemos dispor dele. Thomás de Mello, embora excatamente e graficamente com o mesmo nome, não será o grande pintor português Tom, esveveu um em pensamento poético.
Beijos
Daniel

Dulce disse...

Meua amigo
Peço desculpas pela demora destas respostas, mas esta tem sido uma semana atípica por aqui, com os netos em casa; E como esta avó anda destreinada... rs...

Maria Teresa

O tempo, o coração, Fernando Pessoa... Analogia perfeita.

Agulheta

Na verdade, fico aqui tentando aprender a como fazer para contornar, dominar, o tempo e quase chego à conclusão de que sou praticamente incapaz de fazê-lo... rs...


Pitanga

Ah, tenho que concordar com você, Mila... Ele realmente é nosso maior cúmplice, mas lá uma vez ou outra impiedosamente, ele vira nosso astuto inimigo... rs

Daniel,

Não, amigo, realmente não se trata da mesma pessoa. Thiago de Mello é um poeta amazonense, cidadão do mundo e homem da floresta...

Beijos e bom dia para todos vocês

Ana Martins disse...

Boa noite Dulce,
ler poesia aqui é sempre um enorme prazer, é que a sua sensibilidade e gosto poéticos são muitos apurados.

Beijinhos,
Ana Martins

Dulce disse...

Ana Martins

Muitissimo obrigada, minha amiga.
Fico feliz por poder te-la por aqui e por gostar do que deixo neste cantinho.
Beijos e uma linda noite.