floquinhos

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Ainda me surpreendo...


Apesar deste meu caminhar já um tanto longo, das experiências adquiridas, do (ainda pouco) conhecimento que consegui amealhar pela vida a fora, por vezes ainda me surpreendo com a "cara de pau" de algumas (ou muitas) pessoas. Coisas que pareceriam insignificantes acabam demonstrando ou falta de "savoir vivre", ou, no mínimo, falta de uma certa ética. E isso vê-se em todos os lugares. Pequenos ou grandes deslizes sociais cometidos por quaisquer pessoas, umas por ignorar regras outras por achar que estão acima delas...
Ontem à tardinha resolvemos ia ao Shopping Villa Lobos para comprar umas roupas para meu neto César que fará 12 anos no próximo dia 21. César e o irmão, Gabriel estão passando uns dias aqui comigo enquanto a mãe viaja, por problemas de doença em familia. Assim, fomos todos juntos ao shopping e depois das compras, como os meninos queriam um hamburguer, resolvemos ir ao América. Estávamos tomando nosso lanche quando as pessoas de uma mesa em frente chamaram minha atenção. Dois ou três casais, com várias crianças, ocupavam três mesas que foram juntadas para que coubessem todos e, enquanto as mulheres pediram uma água, os homens saíram com algumas das crianças para voltarem logo depois carregados com vários sacos de papel do MacDonald's, café, sorvete, etc. e tal. Acomodaram-se nas confortáveis cadeiras, abriram os sacos , distribuiram o seu conteúdo e fizeram da sala do América o pátio do MacDonald's, sem a menor cerimônia. É exatamente como se você comprasse um prato de espaguete no restaurante da esquina e levasse-o para comer no Fasano (guardadas as devidas proporções)... Como diria meu sábio pai: "Isso não teria o menor cabimento"... rs... Mas o nosso povo anda mesmo, destrambelhado, trocando os pés pelas mãos, cada pessoa achando que o mundo é seu e, portanto, pode fazer nele o que bem lhe apetecer. E ficaram os garçons assim sem saber o que fazer, diante de tanta ousadia. E nem um sorvete para as crianças pediram. Trouxeram la das "colunas góticas do MacDonald"s... E, para quem não conhece, o Villa Lobos, pela sua localização, é um shopping considerado diferenciado, e é exatamente por isso que tal comportamento causa estranheza, mesmo porque eu nunca vi isso acontecer em nenhum dos shoppings mais simples da cidade...
Pode até ter sido um fato sem a menor importância, mas não posso deixar de registrar aqui pois trata-se de uma questão de desrespeito pelo trabalho alheio. Ou não? No mínimo, poderiam ter ido sentarem-se a uma das mesas da Praça de Alimentação, que para isso lá estão... Ou não?

12 comentários:

Marisol disse...

Volcê está coberto de razão .
Não tem cabimento tamanha falta de noção . Respeito é bom e todos nós gostamos de ser respeitados .
Quanta falta de ética , meu Deus ?!!!
Dói na alma ...
Parabéns por não seres indiferente a tamanha quanta de ética.
Abraços...
Marisol

Dulce disse...

Marisol

Pois é, nem sempre podemos ficar indiferentes, não é?
Obrigada, um abraço e uma boa tarde para você.

M. Lourdes disse...

Dulce
Aí como aqui, o respeito e as regras de boa educação tende a sair dos costumes das pessoas. Cada qual faz o que lhe apetece e, ai de quem diga alguma coisa...
Nós, que vivemos numa época em que o respeito era fundamental, não conseguimos ficar indiferentes.
É o Mundo que temos e não sei como irá ser no futuro...
Bjos
Lourdes

Dulce disse...

Lourdes,

nem eu, minha amiga, nem eu... Sempre fico aqui cismando comigo mesma, tentando imaginar aonde vai dar tudo isso, que espécie de pessoas vai povoar o nosso mundo em duas ou três décadas...
Beijos, obrigada e uma boa noite para você.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Cá para mim eram portugueses, porque aqui fazem o mesmo, amiga Dulce.
Tenha uma boa semana

Ana Martins disse...

Boa noite Dulce,
acho que tem toda a razão e são estes pequenos maus exemplos, hoje, amanhã e depois que muitos adultos dão ás suas crianças. O grande problema é que estão a formar adultos que não saberão respeitar o próximo, assim como não terão noção do exacto momento em que termina a sua liberdade.

Beijinhos,
Ana Martins

Dulce disse...

Carlos

Não, meu amigo... eram brasileiros, mesmo...

Obrigada. Uma boa semana para você também.

Dulce disse...

Ana Martins

Poie é, amiga, e parece qe piora a cada dia... Triste, não?
Beijinhos, obrigada e uma boa semana para você.

Maria Teresa disse...

Dulce:
Essas surpresas acabam banalizando-se como se tudo fosse mesmo permitido. Parece não haver mais escrúpulos, melindres; vai ver todos estavam até rindo e gargalhando da atitude de estranhamento dos garçons.
Abraços

Dulce disse...

Maria Teresa

Olhe... É bem possível, mesmo, pois o ambiente era bem descontraido, alegre, quase diria festivo... é bem possivel...
Abraços

Julio Cesar disse...

olá Dulce, tudo bem?
pois é...os americanos reclamam dos cubanos, dos portoriquenhos, dos mexicanos e tal...
e nós? reclamamos de quem?
As pessoas tem perdido o respeito em todas frentes, junto com a falta de humanismo(que confere civilidade e cidadania as pessoas). A educação da sociedade como um todo(já que o oposto é uma minoria quase imperceptivel) há tempos está na UTI, desenganada. Somente um 'padre' salvador para 'exorcizar' o demônio que se apoderou.
Por garantia, carrego crucifixo e um dente de alho. rs....
Julio & Lisa
PS: meu segundo nome é Cesar e o meu filho mais novo também tem o nome de Gabriel. (informação boba né?rs.)

Dulce disse...

Julio Cesar

Acho que não temos em quem jogar a culpa e portanto, é preciso que a sociedade como um todo trabalhe no sentido de propriciar a volta aos bons costumes sociais, a uma postura mais condizente, não é?

Não, boba não... apenas comprovando a coincidência...rs
Beijos para você e para a Lisa.