floquinhos

quarta-feira, 3 de março de 2010

Para contar-te a minha ternura...


O Impossível Carinho

Escuta, eu não quero contar-te o meu desejo
Quero apenas contar-te a minha ternura
Ah, se em troca de tanta felicidade que me dás
Eu te pudesse repor
- Eu soubesse repor -
No coração despedaçado
As mais puras alegrias da tua infância!

(Manuel Bandeira)

16 comentários:

Beta disse...

Eu AMo Manoel Bandeira!

Lindo!!

bj

Daniel Costa disse...

Dulce

Um pequeno poema de Manuel Bandeira, mas pode ser visto como o pensamento de uma alma grande. Encerra grandeza humanistica.
Beijos
Daniel

Dulce disse...

Beta,

Eu também, por isso sempre o tenho por aqui.
Beijos

Dulce disse...

Daniel

Verdade Daniel, um amor altruísta que quer ver feliz a quem ama...

Beijo e boa tarde

Adolfo Payés disse...

Passo para deixar o meu habitual saudação fraterna ..
Desculpas pela minha ausência ..

Por razões não me foi possível viajar em cada um o seu blog.
Continuando com a minha viagem e espero que em breve o normal para compartilhar seus escritos ..

Un abrazo
Saudação fraterna ..

Agulheta disse...

Dulce minha amiga.Quanta ternura nas palavras de Manuel Bandeira,e um belo sorriso de duas crianças...muito lindo.
Beijinho de amizade Lisa

Ana Martins disse...

Muito lindo, de uma tristeza e ansiedade notóriamente angustiantes.

Beijinhos,
Ana Martins

Dulce disse...

Ana

Um amor sem egoísmos... Lindo, sim.
Beijinhos

Dulce disse...

Adolfo Payés

Obrigada pela visita, meu amigo. Sempre que puder vir, será bem vindo. Não há o que desculpar.
Beijos

Dulce disse...

Agulheta

A ternura de um amor imenso.
E o sorriso das crianças sempre enternece, não é?
Beijos, obrigada e boa tarde

Maria disse...

Olá Dulce,

Começo por pedir desculpa pela minha ausência... mas, foram dias
extremamente dificieis para mim e sempre com os nervos à flor da pele.

Heis-me aqui novamente para visitar,ler e deliciar-me com a tua criatividade.

Beijos.

Maria Valadas

Dulce disse...

Maria Valadas

Nada a desculpar, minha amiga. Sempre que puder vir, será um imenso prazer recebe-la. O mais importante é que você esteja bem.
Beijos e fique bem.

Isa disse...

Bom Dia para si, para todos!
Gosto de o desejar!Ñ me chame "piegas"!
É a minha maneira de dar carinho estando longe e ñ podendo dar aquele Abraço.
Beijo.
isa.

Dulce disse...

Muito bom dia, Isa

Minha terna amiga, você é sempre um alento quando chega por aqui. Piegas? De modo algum... É uma doce amiga, sempre com uma palavra que torna melhor nosso dia.
Beijinhos e que seu dia seja iluminado

Vitor Chuva disse...

Olá Dulce;Boa tarde!

Não sermos capazes de ajudar a quem gostaríamos gera um sentimento de impotência e mesmo angústia, aqui expresso duma forma tocante no manifesto desejo de alguém que quer fazer bem ... mas sem saber como.
Beijinhos.
Vitor

Dulce disse...

Vitor

É mesmo angustiante. E quanto maior o bem querer, mais nos angustiamos...
Beijinhos e boa tarde.