floquinhos

sexta-feira, 19 de março de 2010

Asa feita de canto e poesia...


A terceira asa

Trago uma esperança nova.
Tão nova como a primeira
luz que marca o amanhecer
na vida de cada homem.

Trago a sabedoria
das cores que dançam no ar,
mas que se reúnem,
cada qual no seu lugar,
quando é preciso fazer um arco-íris.

Trago a lição interminável
que dois amantes ensinam
quando se abraçam luminosos
para inventar o amor.

Trago o milagre da vida
que lateja neste instante
no coração de uma criança
que acaba de nascer.

Chego no rastro de um pássaro
que atravessa a luz atlântica
com sua terceira asa
feita de canto e poesia
que rasga no tempo o rumo
estrelado da utopia.

O pássaro chega entregando
com seu poder de canção
a certeza de um futuro
que está começando agora
na aurora da tua fronte,
na palma da tua mão.

(Thiago de Mello)

4 comentários:

Pitanga Doce disse...

Dulce, que bom! Aqui a tua gaivota voa.

"Trago a lição interminável
que dois amantes ensinam
quando se abraçam luminosos
para inventar o amor".

beijos e bom dia, querida amiga

Dulce disse...

Pitanga

E como voam, Mila!... Lindamente.
Beijos e linda tarde para você

Marcia disse...

Dulce,
vim te desejar um lindo fim de semana e trazer-te um lindo selinho, passa no: compreenderevoluir.blogspot.com.
Beijos.

Dulce disse...

Marcia

Muito obrigada.
Vou passar la no compreenderevoluir para retirar o selinho, que agradeço, e guarda-lo carinhosamente no Livro dos Meus Selos.
Beijos e, mais uma vez, obrigada.
Um ótimo final de semana para você também.