floquinhos

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Ainda Mario Quintana...


"Tão bom morrer de amor e continuar vivendo."

8 comentários:

Maria Emília disse...

Querida amiga Dulce,
É mesmo bom. Mário Quitanda sabe dar corpo a muitas das sensações pelas quais muitas pessoas passam sem sequer darem por isso.
Um grande beijo,
Maria Emília

Dulce disse...

Maria Emilia

Assim são os poetas. Parece que nasceram para falar por nós, pobres mortais...

beijo

Mariz disse...

Salvé Dulce

Embora goste de Mário Quintana...nem tudo o que ele escreve ou outros pensadores eu concordo.
Por exemplo...o Amor nunca morre. Ele está dentro e nós e vivifica-nos. O homem, é que morre para o amor..destruindo-o!
Depois...aos poucos deixa de o sentir. Basta olhar o mundo!

Abraço meu
MAriz

Dulce disse...

Mariz

Mas é justamente ai que mora a beleza do mundo, nas diferenças de pensamentos. Porque (dizem) é da discussão que nasce a luz...
bjs.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Estou de acordo com Mariz. O verdadeiro amor, por muito que façamos para o enterrar, nnca morre. Está apenas adormecido e pode despertar quando menos esperamos

Dulce disse...

Carlos,

Pior é que isso é verdade...

Mas Quintana não disse que o amor morre. Ele disse que é bom morrer de amor... e continuar vivendo...
Quando estamos sufocados de amor não é isso que dizemos? Que estamos morrendo de amor? E não continuamos vivendo nesse amor?...
E acho que de amor esse poeta entendia tudo...
Corrija-me se estiver enganada.

Bernardo disse...

Prezada Dulce

Tenho um Blog em homenagem a Quintana do qual sou um admirador incondicional. Adorei a sensibilidade com que postaste o pensamento do poeta. Podemos fazer parceria na divulgação de nossos blogs. Visite Quintanaeterno
Um abraço e parabens pelo Blog

Dulce disse...

Bernardo,

Obrigada pela visita e pelas palavras. Sem dúvida Quintana merece divulgação, sempre. Vou sim visitar seu blog, obrigada.
Um abraço.