floquinhos

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Uma jabuticabeira que me encanta...

Ai está a linda jabuticabeira que anda fazendo meu encanto
(clique na imagem para ampliar)


Quando menina, costumava vir com minha familia para o sítio de meus avós maternos, aqui na região de Campinas e era maravilhoso andar pelo pomar, colhendo frutos das árvores, deliciosos, maduros... Mais tarde, na adolescência, tendo meus avós vendido o sítio e indo morar em São Paulo, ainda assim tínhamos nossas férias no campo, porque vínhamos para esta mesma região e ficávamos nas granjas de primos de meu pai, pessoas maravilhosas que povoam docemente meus pensamentos e minhas lembranças até hoje. E assim como acontecia no sítio de meus avós, era bom demais podermos apanhar as frutas para o café da manhã diretamente do pé. Laranjas suculentas, mangas muito doces, goiabas, carambolas, pitangas, abacates, jabuticabas, sem qualquer agrotóxico, sem qualquer restrição.
Depois veio o casamento, os filhos para criar e viramos "bichos da cidade". Só mais tarde, meus filhos praticamente criados, é que pudemos comprar uma pequena chácara, próxima daqui, e lá voltamos a ter a alegria dos frutos a serem colhidos na hora para o café da manhã ou a sobremesa, as verduras diretamente da pequena horta, as flores lindas crescendo no jardim, a tranquilidade dos finais de semana mais junto a natureza.
Com o agravamento do estado de saúde de meu marido, achamos melhor vender a chácara e desde então as frutas e verduras tem vindo diretamente dos supermercados, com todas as suas possíveis retrições e muito raramente tive oportunidade de colher frutos no pé, mas agora estou maravilhada com uma jabuticabeira. Sim, uma jabuticabeira que cresce aqui mesmo, no meio do gramado do quintal da casa de meu filho. Uma querida amiga de minha nora presenteou-a com uma pequena muda dessa deliciosa fruta que neste ano dá frutos pela primeira vez. E sinto novamente a doçura de chupar uma jabuticada colhida na hora, no pé. Ainda são poucos os frutos, mas ve-los nascendo, acompanhar seu crescimento, seu amadurecimento e ficar imaginando essa pequena árvore dentro de alguns anos toda frondoza, com jabuticabas suficientes até para fazer geléia... hummm... que coisa boa!...
Não entendo como as pessoas não tomam o hábito de plantar árvores frutíferas em seus quintais, como a municipalidade não promove o plantio dessas árvores em suas praças e ruas... Não entendo, mesmo...
Aqui em Campinas há uma extensa avenida em cujo canteiro central há mangueiras onde as pessoas podem colher seus frutos. Aqui no condomínio aonde meu filho mora, passa um pequeno riacho, dividindo uma das ruas e em suas margens bem cuidadas os moradores plantam árvores frutíferas, também. Acho que esses exemplos deveriam ser seguidos porque além de embelezar a cidade essas árvores poderiam ajudar a suprir a alimentação das pessoas menos favorecidas que adorariam ter uma fruta em sua mesa...
Ah, mas eu sou mesmo uma sonhadora... risos... Quem se importa com isso?

22 comentários:

Eduardo Lara Resende disse...

Quem sonha e sorri, distribui sonhos e sorrisos. Algo melhor?
Passo a seguir sonhos e sorrisos, então. :)
Abraço.

Dulce disse...

Eduardo Lara Rezende

Não!... Nada melhor, mesmo.
Obrigada, seja bem vindo.
um abraço

Carlos Albuquerque disse...

Amiga Dulce,
Ver crescer assim uma jabuticabeira (nem sabia que existia!)...como eu gostava! Seu país é abençoado...
De acordo com o que diz sobre o plantio de fruteiras. No sitio onde moro há uma rua com laranjeiras, só que ninguém as trata, os frutos são secos e amargos. Caiem sobre a relva e ali ficam deixando que o tempo os apodreça e misture com a terra. O edil prefere o betão a tratar da Natureza. Triste!
BJS e um abraço deste lado do mar

FOTOS-SUSY disse...

OLA DULCE, BELISSIMA POSTAGEM...NUNCA E TARDE PARA SONHAR E REALIZAR OS SONHOS...VOTOS DE UM OPTIMO DIA AMIGA!!!
BEIJOS DE AMIZADE E CARINHO,


SUSY

Dulce disse...

Susy

E´verdade. Os sonhos não tem tempo para acontecerem e muito menos para se realizarem..
Obrigada. Lindo dia para você também

beijos

Pitanga Doce disse...

Ainda estás em Campinas? Então estamos as duas saboreando um pedacinho de céu.

beijos em tarde de Sol de Outono

Chris disse...

E que bom que é sonhar e tocar os sonhos por dentro...
Um beijo e obrigado
Chris

Dulce disse...

Chris

Sou eu quem agradece.
Beijo e muito obrigada.

Ana Martins disse...

Olá Dulce,
colher a fruta assim da árvore é maravilhoso , sabe melhor e é mais saudável.
Compreendo perfeitamente a sua alegria, e concordo totalmente com a sua ideia .
Também já algumas vezes cheguei a falar que seria agradavel, bonito e de grande utilidade plantarem-se arvores de frutos nas avenidas, mas aqui em Portugal creio que são mesmo muito poucas as localidades que as têm.

Beijinhos,
Ana Martins

Sandra disse...

Como é bom comer jabuticaba. Na casa em que eu moro, atras tinha um pé. Nossa como comiamos. Mas com o passar dos tempoe e dos anos a dona do lote ao lado cortou.
Mas é uma fruta muito gostosa.

Deixei uma recordação para vc. no blog da curiosa.
Passe lá.
Sandra

Irene Moreira disse...

Querida Dulce como me encanta ler suas postagens. Muitas histórias me fazem passear no tempo e recordar momentos semelhantes. Não só passei aqui para relaxar lendo seus contos como também aproveito para te dizer que tem um selinho para vc, bem diferente, e está na Postagem "Um Sonho Apenas" na Vitrine de Sonhos. Passe lá e pegue. Bjs

Dulce disse...

Irene

Obrigada pelo comentário e pelo selo.
Vou guarda-lo, carinhosamente, no "Album dos meus selos", junto aos outros selos recebidos pelo "Em Prosa e Verso".
bjs

Agulheta disse...

Querida amiga! Que bom sonhar e sentir os mesmos,e neste texto simples e de grande ternura sentir todas as palavras escritas.
Beijinho e bfs

Lisa

Fernanda disse...

Querida amiga,

Não tenho nem ideia que árvore é essa nem o fruto, só agora você me deu uma noção.

Como sempre os seus textos são fantásticos. um prazer lê-los.
Bem-haja.

beijos

Dulce disse...

Carlos Albuquerque

Peço desculpas pela demora nesta resposta, mas a explicação está na postagem de hoje (dia 4)
É uma pena que não se cultivem árvores, que prefiram o cimento...
Mas ver crescer uma arvore é mesmo muito bom e colher seus primeiros frutos,,, ah, é maravilhoso
beijos

Dulce disse...

Pitanga Doce

Que bom te-la por aqui, Mila!
Estamos mesmo, mas o meu termina amanhã... Estou voltando ao ninho.
beijos e bom final de semana

Dulce disse...

Ana

Mas aqui também são bem poucas as cidades que fazem essa escolha, lamentavelmente...
beijos

Dulce disse...

Sandra

Não é uma pena quando alguem resolve cortar um arvore frutifera? Alias, qualquer arvore

Obrigada, vou passar la no Curiosa para retirar.
beijos

Dulce disse...

Agulheta

Obrigada, Lisa.
O que seria do mundo se não houvesse os sonhos, não é?
Beijos

Dulce disse...



Voce nem imagina a doçura de uma jabuticaba madurinha, colhida no pé...
beijos

elvira carvalho disse...

Não conheço a jabuticabeira nem os seus frutos muito embora por aqui no Supermercado se encontre muita fruta tropical.
Por aqui as únicas árvores de fruta que se plantam nas ruas são laranjeiras mas de laranjas amargas.
Um abraço

Dulce disse...

Elvira

São uma frutinhas que quando maduras tem a casca (preta) não mastigável, um caroço como o da uva, só que grande, e deve ser chupada como a uva. É muito doce e saborosa.
Beijos