floquinhos

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

O primeiro café, ao amanhecer...


Vem, meu amigo, sente-se comigo aqui neste terraço. Vamos tomar um café enquanto os primeiros raios de sol começam a iluminar a cidade.Vamos juntos adoçar nossas almas com a beleza das cores deste amanhecer, ver cada uma das luzes que ilumina a cidade irem se apagando, uma a uma... Sentir o silêncio da madrugada que termina ir sendo substituído pelos ruídos do dia que começa: o canto dos bem-te-vis, o ronco dos motores dos carros que passam lá em baixo, na rua agora em movimento, o som dos apartamentos vizinhos que despertam para o dia... E enquanto a magia do ciclo da vida vai se desenrolando diante de nós, podemos falar sobre tudo ou sobre nada, podemos contar sobre nossos caminhos percorridos ou sobre esperanças que ainda guardamos no coração. Mas se preferir, podemos ficar em silêncio, simplesmente sentindo o momento. Aí talvez você segure minha mão e eu não mais me sentirei sozinha...
E depois do amanhecer, quando tivermos voltado a realidade de nossas vidas, haverá mais uma doce lembrança a acalentar nossos dias por vezes tão vazios, e será um pouco mais doce nosso caminhar. Vem, meu amigo, sente-se aqui, comigo, e vamos tomar nosso primeiro café, vamos sonhar nosso mais belo amanhecer...

4 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Hoje, com o dia veio a chuva. Bem que apetecia uma cafezinho. E olha, está aqui o convite. Aceito, amiga Dulce, estou indo. Não deixe esfriar!
BJS

Fernanda disse...

Minha querida amiga,

Que café maravilhoso, romântico, seria sem dúvida um belo começo de dia ou de vida.

Beijos doces para a minha doce amiga,

Dulce disse...

Carlos

Que bom! Obrigada... A manhã sempre começa melhor com a presença de amigos.
Beijos

Dulce disse...



Seria, não é amiga? Seria... e como seria! rs
Tão bom sonhar!... Esta alma não se aquieta, mesmo... rs
beijos