floquinhos

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

"Yes, We (really) Can"

O mundo anseia tanto pela paz - e quando digo "mundo" digo as populações dele, não a maioria de seus dirigentes, que quando um jovem presidente (que vencendo barreiras e preconceitos conseguiu chegar à Casa Branca) acena com a possibilidade dessa paz, ou pelo menos demonstra querê-la, é agraciado com um dos mais ambincionados prêmios - o Nobel da Paz! Espero que ele faça por merecê-lo, que ele honre a confiança nele depositada.

Parabéns, Barack Obama.

(No link abaixo, a noticia)


http://noticias.uol.com.br/ultnot/internacional/2009/10/09/ult1859u1656.jhtm

14 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Amiga Dulce.
Mesmo com o Oceano a separar-nos, houve transmissão de pensamentos.
Também coloquei um post sobre o Nobel atribuído a Obama!
Bom fim-de-semana.
Beijos deste lado do mar

Dulce disse...

Carlos

Mas a noticia merece, mesmo, destaque.
Beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA DULCE, FIQUEI MUITO FELIZ AO LER ESTA NOTÍCIA... BOM FIM DE SEMANA... ABRAÇOS DE CARINHO E AMIZADE,
FERNANDINHA

Dulce disse...

Fernandinha

Obrigada. Bom fim de semana para você também.
beijinhos

Fernanda disse...

Querida e doce Dulce,

Concordo com tudo no seu belíssimo texto, mas reforço a frase "que ele honre a confiança nele depositada."

Gosto do Obama, mas sinceramente acho que o Nobel que lhe foi atribuído é prematuro.
Veremos...
Beijos

Dulce disse...

Fernanda

Talvez seja mesmo, mas agora, por uma questão de honra, ele tem que se esforçar para merece-lo, mesmo...
Tomara! Bem que o mundo precisa de gente em busca da paz quando ocupando tão elevados postos.
Beijos

Agulheta disse...

Dulce. Fiquei feliz pelo prémio atribuido ao Presidente Obama! O mundo está carente de esperança,e ele tem transmitido isso onde vai,já alguns o receberam e penso que este,está muito bem representado.
Beijinho bfs Lisa

Lídia Borges disse...

Sim, confio nele, mas...

A entrega desde prémio a alguém pelas suas ideias e intensões, como se se tratasse de um pré-prémio faz-me reflectir...

O mundo está assim tão carente de Homens e Mulheres de Paz?

Um beijo

Dulce disse...

Agulheta

Vamos acreditar e esperar que a paz, realmente, seja meta a ser cumprida.
Beijos

Dulce disse...

Lidia

Sem a menor dúvida. Há uma imensa carência solta pelo mundo, um mundo que anda dominado pela violência.
Beijos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Como escrevi num dos meus blogs, penso que este Prémio veio cedo demais. Concordo com a minha amiga, quando diz que se trata de um incentivo, mas penso que isso perverte um bocado o espírito do prémio. A Academia terá querido dizer a Obama que ele é um sinal de esperança para todo o mundo, mas se ele nos vier a decepcionar durante o seu mandato?
Talvez tivesse ficado mais satisfeito se o Nobel da Paz fosse atribuído a uma pessoa que tenha dedicado a sua vida a causas humanitárias que contribuem para aliviar o sofrimento de milhares de cidadãos vítimas da guerra. teria sido também um sinal de esperança.

Vitor Chuva disse...

Olá Dulce!

Quanto à atribuição do prémio julgo que o mesmo deverá ser visto mais como censura ao seu predecessor,apoio e encorajamento, mais do que propiamente o reconhecimento por obra feita, já que a mesma não exite - e também não houve tempo para isso.Esperamos, e desejamos, que o investimento agora feito possa ter retorno, já que bem precisamos!

Um abraço.

Vitor chuva

Dulce disse...

Vitor

Sim, sem dúvida. Mas o mundo precisa dessa esperança, por isso essa euforia.
Um abraço

Dulce disse...

Pois é, Carlos

não sou nenhuma expert em politica, e não nego minha descrença nos politicos do mundo. Durante os últimos meses de campanha, as eleições e a posse de Obama,estava nos USA e pude ver a euforia do povo, a esperança numa possivel mudança e o desejo de que ele trouxesse paz. Se foi essa esperança que lhe deu o prêmio, a nossa esperança é de que ele seja realmente merecedor e que cumpra um destino a caminho da paz. Porque sabemos que a paz do mundo não está só nas jovens mãos de Obama...
Um abraço