floquinhos

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Ainda Meus Poetas do Coração - Cecília Meireles


Sobre um passo de luz outro passo de sombra


Sobre um passo de luz outro passo de sombra.
Era belo não vir; ter chegado era belo.
E ainda é belo sentir a formação da ausência.

Nada foi plenejado e tudo acontecido.
Movo-me em solidão, presente sendo e alheia,
com portas por abrir e a memória acordada.

A acordade memória! esta planta crescente
com mil imagens pela seiva resvalantes,
na noite vegetal que é a mesma noite humana.

Vejo-me longe e perto em meus nítidos moldes,
em tantas viagens, tantos rumos prisioneira,
a construir o instante em que direi teu nome!

Que labirintos bebem meu rosto?

12 comentários:

Agulheta disse...

Dulce querida! Mais um poeta meu preferido aqui,adoro tem coisas lindas com alma.
Beijinho e tudo de bom,por aqui muita chuva,por aí a primavera.

Lisa

Dulce disse...

Lisa

Uma primavera meio enfarruscada, cinzenta, mas enfim, sempre é primavera.
Fico feliz que goste do que encontra por aqui, porque é postado com muito carinho.
beijos

LOURO disse...

Querida amiga Dulce,

bela escolha,este poema de Cecília Meireles,lindo!!!

Beijinhos de carinho e amizade,

Lourenço

Dulce disse...

Lourenço

Obrigada por ter vindo, é sempre um prazer recebe-lo. Que bom que gostou do poema. Cecília sempre encanta.
beijinhos.

Maria Valadas disse...

Minha terna amiga Dulce, os meus parabéns por partilhares um dos poemas de Cecilia Meireles....uma poetisa intemporal.

Resto de bom dia para ti minha amiga. Aqui já está a entardecer...

beijos no coração.

Maria

Dulce disse...

Maria

Faço-co com prazer, com o coração, porque também a tenho como encantamento.
Uma boa noite, pois, para você.
Beijinhos

missixty disse...

Olá Dulce!
Gostei da poesia que escolheste da Cecília Meireles. Muito bonita!
Quanto à frase de Eça sobre os portugueses, podes encontrá-la na parte final dos Maias, onde Carlos Maia, com o amigo Ega, faz uma introspeção sobre a geração perdida, a que ele próprio pertence.
beijinhos

Fernanda disse...

Querida amiga Dulce,

Cecília Meireles ... só podia ser algo assim belo e o dedo da Dulce para a escolha.

Beijinhos amiga,

Dulce disse...

Missixty

Lembro-me da frase. sim...
Obrigada pela sua atenção.
beijinhos

Dulce disse...



Sei o quanto gosta de Cecília e como sempre, muito gentil em seus comentários.
beijos

Ana Martins disse...

Querida amiga Dulce,
Cecília Meireles, também gosto de ler!

Beijinhos,
Ana Martins

Dulce disse...

Ana, Boa noite

Cecilia é sinônimo de poesia, não é?
beijinhos