floquinhos

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Meus poetas do coração - MARIO QUINTANA


Presença

É preciso que a saudade desenhe tuas linhas perfeitas,
teu perfil exato e que, apenas, levemente, o vento
das horas ponha um frêmito em teus cabelos...
É preciso que a tua ausência trescale
sutilmente, no ar, a trevo machucado,
a folhas de alecrim desde há muito guardadas
não se sabe por quem, nalgum móvel antigo...
Mas é preciso também que seja como abrir uma janela
e respirar-te, azul e luminosa, no ar.
É preciso a saudade para eu te sentir
como sinto - em mim - a presença misteriosa da vida...
Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato...
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te!

6 comentários:

Fernanda disse...

Dulce, amiga,

Mais um....

L I N D O !

Beijos

Dulce disse...



Sempre Quintana!...
beijos

FOTOS-SUSY disse...

OLA DULCE, MAIS UM MARAVILHOSO POEMA DE ( MARIO QINTANA )... VOTOS DE UMA EXCELENTE NOITE AMIGA!!!
BEIJOS DE CARINHO,


SUSY

Dulce disse...

Susy

Quintana sempre, não é, amiga?
Beijos e linda noite para você também.

Lídia Borges disse...

Gosto tanto de Mário Quintana!

O poeta que sabe dizer coisas complicadas com as mais bonitas e simples palavras.


Um beijo

Dulce disse...

Lidia

Assim era Mario Quintana.

Beijos