floquinhos

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Um passeio em alto-mar...

(clique na foto para ampliar)

No verão passado fomos, minha filha, meus netos, nossa amiga Ofrit, suas filhas e eu, num domingo cedo, fazer um passeio que foi mesmo inesquecível. Fomos ver baleias em seu habitat natural, em Glowcester, MA. Uma hora na estrada, a expectativa dos meninos agitando a manhã, estávamos todos ansiosos porque nem sempre o mar está calmo, nem sempre elas podem ser vistas.
Almoçamos num restaurante local, compramos os tickets e embarcamos num navio rumo a alto-mar. E durante mais de uma hora desfrutamos de um céu azul, límpido, de um mar calmo, imenso, deslumbrante. E quando realmente as avistamos, foi um alarido, uma excitação geral. Durante bem umas duas horas elas ficaram por lá, em franca exibição, vindo a tona, submergindo, esguichando água, num maravilhoso espetetáculo de força, que eu jamais havia pensado que poderia ver um dia.
Claro que tirei muitas fotos, acho até que já coloquei algumas aqui, mas por problemas pessoais enfrentados por minha filha, na época, acabei me esquecendo dessas fotos que hoje, organizando alguns arquivos acabei encontrando. E, pensando que poderia colocar aqui várias delas, dividindo assim com vocês um momento de encanto, aqui deixo a primeira, já tirada no entardecer, com o sol prateando o mar e o barco a vela completanto o cenário incrível. Espero que gostem.

8 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

A única vez que vi baleias foi em Península Valdez (Argentina). Mas como aquelas paragens me trazem recordações muito tristes, nunca mais olhei para as fotografias que lá tirei

Dulce disse...

Carlos

Há dores que não se apagam, momentos que nunca gostaríamos de ter vivido, horas que vivemos tentando esquecer... E qualquer coisa que nos relembre essa dor acaba por traze-la de volta, rascante, sufocando nossos dias...
Lamento ter provocado essas lembranças, meu amigo.

Estavamos, também nós, nesse dia, num momento difícil, minha filha passando por um tumultuado processo de divórcio nunca sequer imaginado por ela, dias conturbados, felizmente já agora superados, e talvez por isso mesmo também minhas fotos tenham ficado esquecidas ou, pelo menos, negligenciadas até agora, sem que me tivesse dado conta disso.

Agulheta disse...

Dulce. Baleias nunca vi,mas sim os golfinhos em Troia Setúbal,fazendo companhia ao barco que nos leva a Ilha de Troia,adoro este animal onde se incluem as baleias,seres magestosos e dos mares.
Beijinho e bfs

Dulce disse...

Agulheta

Ah, os golfinhos são atão amigáveis, e parecem sempre estares felizes... Sei bem que não é isso, mas á a impressão que nos deixa seu jeito de ser, sua forma de sempre estar proximo, parecendo brincar.
Beijinhos

Pitanga Doce disse...

Dulce, pela primeira foto já se imagina as outras, em que estão todos juntos e felizes (do jeito que foi possível), mas juntos. Isso é o que importa.

beijos em tarde de chuva (ainda)

Dulce disse...

Pitanga Doce

Pois é, Mila, dentro do possivel e vendo a alegria das crianças, diante do maravilhoso espetaculo da natureza, céu, sol, o mar e suas gigantescas criaturas, tudo ali na nossa frente, como deixar de ter um momento feliz?

Menina!... se você soubesse o calor que faz por aqui!... Claro que para você, ai do Rio, nem seria nada, mas para quem vem la de SP... Wow...
Mas dia lindo, azul, apenas umas nuvens que se aproximam e que talvez possam trazer a benfazeja chuva no finalzinho da tarde. Tomara!

Beijos

Fernanda disse...

Olá Dulce amiga,

Lindo!
A viagem que decreveu é algo com que sonho há muito tempo.
Aqui temos golfinhos no estuário do Rio Tejo, zona de Lisboa.
Andamos a adiar essa viagem há anos...espedo contudo poder fazê-la um dia.

Beijos

Dulce disse...



Pois não deixe de ir, minha amiga, porque é realmente lindo, inesquecível.

beijinhos