floquinhos

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

A canção dos povos...

Fernando Pessoa

"Toda a poesia - e a canção é uma poesia ajudada - reflecte o que a alma não tem. Por isso a canção dos povos tristes é alegre e a canção dos povos alegres é triste."

12 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O fado é triste, Dulce, mas nem por isso o povo português é alegre. Não concorda?
Às vezes o Fernando Pessoa enganava-se...(sorrisos)

Ana Martins disse...

Muito pertinente este pensamento Dulce!

Beijinhos,
Ana Martins

Dulce disse...

Carlos

Tenho que concordar com você, acho o povo português nostalgico, contido. Embora tenha crescido numa familia portuguesa extremamente alegre, feliz, apesar das dificuldades que tinham que enfrentar. Talve o fato deles terem ido da Madeira, de Funchal, para o Brasil quando meu pai era ainda um menino. Mas acho que ai comprova-se ainda mais seu pensamento, porque na Madeira cantava-se o Vira...

Claro que Fernando Pessoas não era infalivel e, como qualquer ser humano, deve ter-se enganado muitas vezes.

Dulce disse...

Ana,

beijinhos pra você também.
Bom final de semana.

Fernanda disse...

Querida amiga Dulce,

Bom dia em Portugal, e que lindo dia :)))
Como lindo é tudo o que publica e antes de tudo o é a minha doce amiga!!!

Querida, o Sempre Jovens decidiu distinguir o seu Blogue e atribuir-lle o prémio Compremetido Y Mas 2009.
Parabéns.

Beijinhos

Dulce disse...



Lá fora chove torrencialmente, uma chuva exatamente como as que chamamos "as águas de março", no Brasil, e que vem fechando o verão. Mas em meu coração faz sol porque estou feliz demais. Feliz e extremamente honrada em receber um prêmio tão especial oferecido pelo "Sempre Jovens" que é, por si, um blog ESPECIAL, composto por pessoas especiais.
E só consigo dizer MUITO OBRIGADA ao "Sempre Jovens" e a cada um de seus colaboradores, em especial a você, querida amiga.
Beijos

Dulce

Mariz disse...

Salvé Dulce!

Vim agradecer as suas amáveis palavras no meu blog...pena ter sido em momentos penosos.
Mas se assim nã fosse, tamb´m não a teia conhecido - mesmo qu virtulmente - e deparado com um blog muito bem conseguido como é o seu!
Reparei que tos como comentadoras algumas pessoa comuns. É um bom sinal.
Pretendo contudo avisar, que deixei de passear pela bogosfera analisando quem poderia escrever ou perceber "certa linguagem".
Presentemente já não faço isso. Limito-me a visitar e escrever nos blogs, quem me comenta. E só!
Por isso não me leve a mal se não for muito assídua.

Deixo um abraço sentido com carinho
MAriz

Dulce disse...

Mariz
Sou eu quem agradece.
Obrigada pela visita e pelas palavras e venha quando quiser, será sempre muito bem vinda.
beijos

Dora Regina disse...

Bom Domingo!, Um obrigado por mais um delicioso texto!
Abraços!!

Dulce disse...

Dora Regina

Obrigada.
Um bom domingo para você também.
Um abraço

Bernardo disse...

Cara Dulce

Passei por aqui para pegar minha homenagem e mais uma vez agradecer-te. Já há alguns dias não visitava seu Blog, confesso-te e encantado fiquei com o pensamento de Pessoa embora ele nos obrigue a longos Momentos de Reflexão. Acredito que ele construiu esse pensamento a partir de sí (um português) e não com a cabeça dos povos nos quais ele pensou. Se ele fosse um africano certamente inverteria a frase porque um africano teria todos os motivos materiais para ser triste, como também os brasileiros, mas tem a alma alegre.
Um abraço

Dulce disse...

Bernardo

Acredito que a musica seja a mais fiel tradução da cultura de um povo.
Um ritmo mais alegre, corrido, nem sempre significa alegria e um ritmo dolente, choroso, nem sempre traduz tristeza...
Beijos e obrigada pela presença.
Um abraço.