floquinhos

domingo, 7 de fevereiro de 2010

E para o seu domingo... Mario Quintana


Canção dos romances perdidos

Oh! silêncio das salas de espera
Onde esses pobres guarda-chuvas lentamente escorrem...

O silêncio das salas de espera
E aquela última estrela...

Aquela última estrela
E, na parede, esses quadrados lívidos,
De onde fugiram os retratos...

De onde fugiram todos os retratos...

E esta minha ternura,
Meu Deus,
Oh! toda esta minha ternura inútil, desaproveitada!...

12 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA DULCE, ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA...
FERNANDINHA

Dulce disse...

Fernandinha,

Muito obrigada, amiga. Abraços ternos para você também e votos de bom domingo.
beijinhos

Adolfo Payés disse...

Que hermoso leerte querida amiga..

Un beso


Un abrazo
Saludos fraternos..

Que disfrutes la semana que comienza..

Por mi ausencias me disculpo..

Irene Moreira disse...

Olá Dulce
Que bom estar aqui te visitando, ouvindo suas músicas e lendo Mario Quintana... quanta ternura... quanta emoção.

Beijos minha amiga , um 2010 cheio de realizações e saiba que mesmo que suma de vez em quando estarás sempre no meu coração.
Boa semana!

Maria Teresa disse...

A ternura do poeta que soletra poesia diante de guarda-chuvas molhado perfumou o domingo. Bjos

Dulce disse...

Adolfo Payés

Muito boa tarde, meu amigo e obrigada pela visita.
Beijos

Dulce disse...

Irene Moreira

Que bom te-la por aqui! Obrigada por ter vindo. Obrigada pelos selinhos que vou passar, sim, para pegar, com muito carinho.
Beijos e bom final de domingo

Dulce disse...

Maria Tereza

Mas não é mesmo maravilhoso conseguir fazer doce poesia até diante de um guarda-chuva molhado??? É Quintana!...
Beijos e bom final de domingo.

Carlos Albuquerque disse...

Não conhecia esta "canção" de Mário Quintana.
Quanta ternura, como a dele, ainda por aí, desaproveitada!
BJS

Dulce disse...

Carlos Albuquerque

É verdade, meu amigo. Certamente há um coração em cada canto de rua cheio de inaproveitada ternura....

Beijos

Maria Emília disse...

A foto é belissima, Dulce, de salas de espera não gosto. Deixam-me ansiosa.
Um beijinho,
Maria Emília

Dulce disse...

Maria Emilia

Também fico ansiosa em salas de espera. Penso que seja uma ansiedade normal. Aliás, esperar sempre me deixa um pouco (ou muito) ansiosa, dependendo do que espero...
Beijinhos e uma ótima semana para você.