floquinhos

sábado, 30 de janeiro de 2010

Na manhã cinzenta, uma (vã) filosofia...


"A gente foge da solidão quando tem medo dos próprios pensamentos."
(Érico Veríssimo)

Nesta manhã de sábado quando, mais uma vez o céu parece cobrir-se de chumbo, quando pode-se antever mais um daqueles temporais que têm avassalado a cidade, fico aqui, diante da janela, "filosofando"... E vem-me à mente este pensamento do Érico Veríssimo fazendo-me refletir sobre a diferença entre estar só e ser solitário... E é uma diferença do tamanho do mundo. E, feliz, constato que apesar de só, não sei, nem de longe, o que é a solidão... Conviver comigo mesma faz-me bem, torna-me mais senhora de mim, pessoa serena a seguir pelos caminhos da vida, tentando superar obstáculos e dificuldades sem esmorecer e vivendo intensamente cada bom momento.
Bastam-me um dia de sol, o amor de meus amores, o sorriso de uma criança, o abraço de um amigo, o aconchego do meu canto. Ainda não temo meus próprios pensamentos e espero que nunca os venha a temer...
E entre meus pensamentos e minha (vã) filosofia vejo, encantada, um raio de sol que consegue abrir caminho por entre as nuvens cinzentas, como se fora para me dar bom dia!...

16 comentários:

Si disse...

Bom dia, Dulce.
Aqui, já a tarde entrou e o céu, cinza-neve, pede aconchego. É fim de semana, temos tempo para apreciar as coisas que nos escapam na correria, até as mais pequenas.

Dulce disse...

Si

Gosto muito das tardes que pedem aconchego.São momentos tão doces...
Beijos e que sua tarde seja aconchegante.

Graça disse...

Dulce,

uma boa tarde para você também, minha querida, e nem de longe a sua filosofia é vã...rs

Pensamentos são tecidos com os de outros 'pensadores' e se chega a uma bela conclusão... seja ela qual for!!!
E vc chegou!

Viu que ainda não teme os próprios pensamentos e espera não chegar nunca a temê-los.

Tenho certeza que não...

Um grande abraço e fique com Deus, sempre!
Grata pelas doces visitas...

M. Lourdes disse...

Dulce
Espero que o raiozinho se tenha transformado num belo dia de sol.
Por aqui, o dia esteve bonito, mas muito frio.
Bom fim de semana.
Beijinhos

Dulce disse...

Graça

Em dias nublados a alma fica mais sensível, não acha? E os pensamentos voam longe, atrevidos...

Visitar seu espaço é sempre um prazer.
Beijos, boa noite e obrigada

Dulce disse...

Lourdes

Qual nada!... o sol só deu um sorrizinho pálido e voltou a esconder-se entre as nuvens.
Beijos e boa noite

Graça Pereira disse...

Dulce
Não fazes ideia como este teu post me fêz bem... Também eu sou só, sem viver na solidão. Gosto de conviver comigo própria como tu dizes...Mas, últimamente ando um pouco em baixo, não sei se influência do Inverno ou não... Mas as tuas palavras, animaram-me!
Bem hajas!
Um bijo
Graça

Dulce disse...

Graça Pereira

Fico muito feliz em saber que minhas palavras chegaram a sua alma e encontraram abrigo, porque nela já moravam palavras semelhantes.
Também tenho momentos de estar um pouco para baixo, acho que todos passamos por eles, mas sempre há um sol escondido la dentro de nós e que acaba aflorando e aquecendo o inverno.
Beijos, obrigada e boa noite

AFRICA EM POESIA disse...

Dulce



Só agora respondo
não é normal eu demorar dois dias a falar com os meus amigos
.
Mas...tenho desculpa...A escola preenche-me o dia todo...e a noite é curtinha...

como estive a colocar livros nos envelopes o tempo foi escasso.
Agora mais liberta venho pedir desculpa pelo atraso e deixar ...poesia...
um beijinho

COR VERDE



Cor verde
Verde dos pinhais
E dos abetos
Que alegram
Os meus olhos...

----------
Olho-os e vejo
Os pássaros que chilreiam...
Que voam...
Que vivem plenamente...
A sua liberdade...

----------
E olho...
Fecho os olhos...
E sinto... que também eu...
Se fosse ave...

----------

Conseguia voar e ser...
Totalmente livre...

LILI LARANJO

Maria Valadas disse...

Querida Dulce,

Peço desculpa de não visitar-te assiduamente como pretendia... mas
a vida não decorre como queremos.

Gostei de ler a tua narrativa e concordo plenamente que a solidão e ser-se uma pessoa solitária é bem diferente.
Tenho momentos, em que estou rodeada de pessoas e sinto-me só!
A mente... comanda-nos!

Um bom Domingo para você minha querida.

Beijinhos.

Dulce disse...

Africa em Poesia

Bom dia, Lili, e muito obrigada por ter vindo. Entendo perfeitamente que o tempo não dê para tantas atividades, não se preocupe.
Como sempre, sua poesia chega encantando... Tão bonita. Obrigada.
Beijos

Dulce disse...

Maria Valadas

Mas não se preocupe, sempre estou passando pelo seu cantinho, sempre deliciando minha alma com o que lá encontros. Quando puder vir, será muito bem vinda, vou ficar muito feliz. Quando não puder, vou entender, claro...
Beijos e bom dia

Maria Teresa disse...

Dulce:
Acredito muito que a pessoa que se basta, que conversa consigo mesma e que fica feliz com essa companhia, essa pessoa é que consegue amar e ser amada, pois já experimentou antes as armadilhas das coisas amorosas. Bjos

Dulce disse...

Maria Tereza

Concordo plenamente com você. E são tantas as armadilhas...
beijos e um bom domingo.

Amapola disse...

Bom dia.
Tenho a sorte de me enquadrar direitinho nesse poema.
Sempre me senti bem acompanhada, mesmo nos momentos de completa e aparente solidão.
Um abraço.

Dulce disse...

Amapola

Penso que aos nos sentirmos assim, sentimo-nos também agraciados pela vida que nos mostra doce caminhos.
Um abraço