floquinhos

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Drummond - Um pensamento


"Ah o amor ... que nasce não sei onde, vem não sei como e dói não sei porque..."

14 comentários:

Pitanga Doce disse...

...e voa alto.

Dulce disse...

Mila

Se voa!... atravessa continentes, transpõe mares, envereda pelo tempo.
Beijos

Diario da Fafi disse...

Esse Drumomnd... Dois versos.
Disse Tudo.
Beijos

Dulce disse...

Fafi

Pois é, minha amiga, quem sabe, sabe!... rs

Beijos

Isa disse...

Sabe,minha querida Amiga,este pensamento de Drummond fez-me lembrar um Soneto lindo mesmo de Camões:
«Busque Amor novas artes, novo engenho....»
Tem, no final uma frase muito semelhante.
Lindos os nossos Poetas.
Ñ cansam,ñ enfadam,dão-nos a Alegria e ajudam-nos a pensar.
Beijo.
isa.

Vitor Chuva disse...

Olá Dulce!
Pois é; amor é substantivo abstracto, diz-nos a gramática, e ser invsível também; não se vê mas, quando presente, faz-se sentir.

Beijinhos.
Vitor

Dulce disse...

Isa

Sim, minha amiga, os poetas encantam nossas almas com suas criações.
Beijos

Dulce disse...

Vitor

E faz parte de nossos sonhos desde nossa tenra idade até sempre.
Beijinhos

Agulheta disse...

Querida Dulce!Lindo o pensamento e só podia ser de Drommund de Andrade.
Beijinho bfs

Dulce disse...

Agulheta

Obrigada, Lisa.
Beijinhos para você também.

Pitanga Doce disse...

Há correio querida amiga. Só você pra entender. Chove muito.

boa noite

Silvana Nunes .'. disse...

Lindo momento.
Obrigada.

Dulce disse...

PITANGA

Já passei pelo ~e-mailbox~ (rs) para retirar. A resposta segue daqui a pouco.
beijos e bom dia

Dulce disse...

Silvana

Spi rie quem agradece pela visita.
Beijos e bom dia