floquinhos

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Escrevo porque...


"Escrevo porque encontro nisso um prazer que não consigo traduzir. Não sou pretensiosa. Escrevo para mim, para que eu sinta a minha alma falando e cantando, às vezes chorando..."

(Clarice Lispector)

8 comentários:

brisonmattos disse...

PARABÉNS GAROTA. É ISSO AÍ.Vim porque ouvi de longe o Elvis cantando . rs

Dulce disse...

brisonmattos

Que bom que veio. Sinta-se a vontade e volte sempre que quiser.
beijos

Pitanga Doce disse...

E eu gostaria de ter escrito isso. Ah, grande Clarice!

Dulce disse...

Pitanga

Eu também, Mila, eu tambem...
Não escrevemos, mas sentimeos, não é? Clarice cumpre lindamente seu papel de escrever por nós, simples mortais...

Maria Teresa disse...

Dulce:
Saber traduzir, eis a verdadeira arte! Enquanto isso, vamos deixando nossas almas falar, cantar, sorrir...
Bjos

Dulce disse...

Maria Teresa

Falar, cantar, sorrir, amar, viver...
Beijos e bom dia

Agulheta disse...

Querida Dulce.Se deve dar azo aos pensamentos,escrever o que sentimos é um dos remédios para combater solidão.

Beijinho de amizade Lisa

Dulce disse...

Lisa

É verdade. As vezes as palavras faltam e ficamos como que engasgadas, mas em outras vezes elas jorram como cascata, aliviando a alma.
Beijos e boa noite