floquinhos

domingo, 15 de agosto de 2010

E só porque hoje é domingo...


Faz tempo que não temos aqui a presença tão querida de Fernando Pessoa... Pois hoje acordei com alguns versos do poeta dançando em minha mente, por isso resolvi colocá-los aqui, para iluminar o meu domingo. Domingo que será um pouco mais vazio, porque minha filha viajou para a Califórnia, para participar de um "meeting", devendo voltar só no próximo sábado e os meninos passam o final de semana na casa do pai. Sobram-me, então, todas as horas deste domingo para ler Pessoa, divagar sobre a vida, equilibrar a alma, juntar alguns fragmentos que ficam, em forma de lembrança, batucando dentro de mim, enfim, um domingo um pouco mais meu. Mais ou menos triste? Confesso que não sei. Vai depender do rumo que minha alma resolver tomar ao longo de suas divagações, de seus anseios, de suas possíveis esperanças. Por ora, fico com os lindos e verdadeiros versos de nosso Poeta Maior.

Tenho Tanto Sentimento

Tenho tanto sentimento
Que é freqüente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é a verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

(Fernando Pessoa)

14 comentários:

Isa disse...

Meu Poeta amado!
Beijo.
isa.

Adolfo Payés disse...

Me gustó mucho.


Cuanto tiempo sin leerte.. y de nuevo por tu espacio, disfrutando de tus letras..

Un abrazo
Con mi saludos fraternos..

Que esta semana sea de las mejores, son mis mejores deseos..

Sergio disse...

Hola Dulce,

me encanta Fernando Pessoa.

Gracias por compartir.

Te espero por mi blog.

Saludos,

Sergio.

Dulce disse...

Isa

Também meu, minha amiga.
Beijos e bom final de domingo.

Dulce disse...

Adolfo Payés

E que bom que está de volta, meu amigo.
Beijos, obrigada e uma boa semana para você também

Dulce disse...

Sergio

Um enorme prazer poder compartilhar Fernando Pessoa. Obrigada pela presença. Um abraçi.

Paloma disse...

Dulce, sempre nos presenteando com
lindas flores e belos versos. Adoro
cada postagem sua.
Neste momento, Maria Betânia está
cantando ¨Outra vez¨. Ah!esta músi-
ca:¨esqueci de tentar te esquecer¨.
Beijos e um bom final de domingo.

Dulce disse...

Paloma,

muito obrigada.
Pois é, a força de interpretação de Maria Bethânia e as histórias que essa música sugere... Também fico assim, meio no ár, com essa música.
Beijos, obrigada e um bom final de domingo.

Lídia Borges disse...

O génio do Poeta sempre em evidência.

Gostei muito de reler este poema, hoje!

Um beijo

Dulce disse...

Lidia Borges

Ler e reler Fernando Pessoa é sempre um imenso prazer, não é?
Beijos, obrigada e uma boa semana.

Pitanga Doce disse...

Ah Pessoa! Podemos viver as duas? A verdadeira e a pensada? Por fim vamos descobrir que nenhuma era errada. Só diferente.

beijos Dulce e por aqui o Verão está no seu auge, ao contrário do post que descreves abaixo.

Dulce disse...

Pitanga Doce

Oi, amiga...
E não é assim que vivemos? Entre a vivida e a pensada, uma completando a outra?...
Pois é, aqui já se notam as mudanças de estação e hoje o dia está todinho cinza, com cara de chuva.
Beijos

Maria Teresa disse...

Estamos sempre no meio das duas, buscando por aquilo em que acreditamos, em que sonhamos. Sempre querendo acertar, sempre pretendendo vivenciar uma epifania.
Adoro esse poema, Dulce.

Dulce disse...

Maria Teresa

Assim é, minha amiga, acreditamos nos sonhos e ententamos sempre realizá-los, ainda sabendo que podem ser impossíveis.
Também gosto muito deste poema.
Beijos