floquinhos

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Chuva na madrugada...


Chove torrencialmente nesta madrugada insone... O barulho das gostas jde chuva, ogadas pelo vento na vidraça da janela do quarto, funciona como uma ponte para o passado, para outras madrugadas de chuva, tão insones e nostálgicas quanto esta, madrugadas em que a alma pede carinho, em que a solidão pede licença para chegar, e tenho que fazer muita força para que ela se vá de mim...
O silêncio das primeiras horas da quase manhã, cortado pela chuva, o miar da gata no andar de baixo, tão desperta quanto eu, a saudade de quem virou saudade... Ecos da chuva na madrugada...

12 comentários:

Pitanga Doce disse...

Noite insones talvez já estejam a caminho. Ainda sem chuvas. São longas essas madrugadas que custam a amanhecer dentro de nós, não são Dulce?

beijos de cá (ainda com muito Sol)

Dulce disse...

itanga Doce

Longas, minha amiga, imensamente longas...
Aproveite esse seu verão maravilho, Mila. Muito, mas muito, mesmo.
Beijos e boa semana para você.

Maria Teresa disse...

A chuva fica batendo nas lembranças. Ainda bem que elas são doces, não é, Dulce?
Beijo carinhoso

Dulce disse...

Maria Teresa

Pois é!... Ainda bem. Umas doces, outras completas ternuras, mas ainda assim, ou talvez até mesmo por isso, ficam apertando o coração.
Beijos

Graça Pereira disse...

Quantas noites assim...passeando a insónia pela almofada...as horas não passam e o relógio...parece que espaçou mais o seu tic-tac...a casa dorme...menos nós. Nós e a saudade!
beijo
Graça

Pitanga Doce disse...

Seguiu correio amiga. Completa o comentário.

Dulce disse...

Graça Pereira

Saudade que envolve a alma e entorpece o corpo... Assim o é.
Beijos e obrigada.

Agulheta disse...

Querida Dulce.Depois de alguns dias sem descanço,de volta a esta saudade escrita que teima em deixar nostalgia,assim é os dias de chuva,hoje por aqui está chuva e foi muito bom para acalmar o calor e os incêndios que não deixaram espaço para o sono tranquilo.Beijinho e o melhor do mundo.
Lisa

Dulce disse...

Pitanga Doce

Correio recebido, atentamemte lido e respondido.
Beijos em noite que continua de chuva.

Dulce disse...

Agulheta

Ah, minha amiga, que essa chuva que ai cai possa ajudar a terminar com esses incêndios terríveis que tanta dor acaba levando a todos dai.
Bom te-la de volta, minha amiga.
Beijos e uma noite de paz

Menina Marota disse...

A chuva aqui apareceu de mansinho para limpar a poeira dos dias...
Grata por este belo texto.
E a música... que fui ouvindo enquanto lia as tuas palavras torna-me nostalgica.

Bjinho :-)

Dulce disse...

Menina Marota

Sou eu quem agradece, pela visita, pelo comentário. Obrigada
Beijos