floquinhos

domingo, 11 de julho de 2010

As Pedras do Meio do Caminho...

Drummond cantava em seus versos que...

"no meio do caminho tinha uma pedra,
tinha uma pedra no meio do caminho..."

E a pedra dos caminhos de Drummond eram os obstáculos, os problemas... Hoje, quando fui caminhar no bosque, também achei uma pedra no meio do caminho, mas... ô pedra benfazeja! Ao invés de obstáculo foi um santo lugarzinho para poder sentar e descansar um pouquinho ao meio da caminhada... Na verdade, essas pedras, que vocês veem na foto abaixo, assinalam exatamente a linha divisória entre as cidades de Winchester e Medford, por onde o bosque se estende.

E, além das pedras no cminho, trouxe para vocês verem também a beleza do céu e das árvores refletinas no espelho formado pelas calmas águas do Brooks Pond.


E trago ainda a beleza dos raios de sol que, ao se espalharem sobre as plantas rasteiras ainda molhadas pela chuva de ontem, refletem uma paisagem prateada, linda demais...

(para ampliar, basta clicar nas fotos)

16 comentários:

Lídia Borges disse...

Um passeio entre a água e o verde, as sombras e a luz...
Que bonito!

Muito boas as fotografias!

Um beijo

serpai disse...

Hola Dulce...

que lindas fotos... me gusta mucho tu entrada...

Saludos

Sergio

Paloma disse...

Dulce, estas paisagens fazem bem
aos nossos olhos e a nossa mente.
Eu me transporto para esse lugar.
Fico imaginando a paz e o silêncio
que desfrutamos,num bosque tão di-
vino. Abraços.

Si disse...

De invejar a paisagem que a rodeia e o ambiente em que vive a sua família, Dulce.
Ideal para colocar as ideias no lugar e serenar a agitação da sua S. Paulo.

Dulce disse...

Lídia Borges

Bonito, sim e muito agradável.
Fica fácil conseguir boas fotos num lugar assim.
Beijos e uma boa noite para você

Dulce disse...

Serpai

Pbrigada, Sérgio.
Quando o lugar é bonito, tranquilo e com muito verde, consegue-se sempre uma boa foto.
Beijos e uma boa noite para você.

Dulce disse...

Si

O lugar é mesmo propício para um descanso, para uma volta a serenidade.
E só o estar com minha filha e netos, já apacenta minha alma e revigora meu espírito.
Beijo e uma boa noite para você.

diariodumapsi disse...

Lindas fotos, a imagem do lago refletindo o céu é perfeita! É muito bom fazer um passeio assim!
Uma ótima semana para você!
Gd beijo

Dulce disse...

diariodeumapsi

Obrigada. Sim, e bom demais quando se pode desfrutar de lugares tão calmos.
Beijo e uma ótima semana para você também.

Ana Martins disse...

Boa noite Dulce,
o lugar é encantador, um passeio assim rejuvenesce o corpo e a mente.

Parabéns ao fotografo!

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Dulce disse...

Ana Martins

Boa noite, Ana.
é verdade, rejuvenesce, mesmo, principalmente quando se vem de uma cidade grande e barulhenta, como o é a minha...
Beijos, obrigada e uma ótima semana para você.

Pitanga Doce disse...

Dulce, essa beleza toda nos enche os olhos e o coração. Dá aquela sensação de que tudo pode dar certo sempre e ficar lindo assim. E ainda nos sentimos parte dessa beleza toda.

beijos em fim de domingo.

Dulce disse...

Paloma

Paz, silêncio, verde para todo o lado, um encanto de lugar, mas sou bicho de cidade grande e depois de dois, três meses, fico morrendo de saudade do meu canto, da minha rua, do meu lugar.
Mas é inegável que um periodo por aqui renova a alma.
Beijos e uma boa noite para você.

Dulce disse...

Pitanga Doce

Boa noite, Mila. Pois é, essa beleza toda encanta os olhos e a alma, mas também deixa uma pontinha de soliddão dentro da gente.
Beijos em um entardecer suave.

Osvaldo disse...

Oi Dulce;

Tenho certeza que a estadia em terras de Tio Sam, estão sendo maravilhosas, basta para isso apreciar as fotos.

Quanto à frase do meu professor, lembro que uma vez num mini-debate sobre literatura "empedrada" eu ter dito que aos loucos, tiram-se as pedras do caminho!...
E em seguida, como punição, levei uma hora para explicar a frase. Na semana seguinte, já que tinhamos uma aula por semana, quando ia sentar, tinha uma pedra na minha cadeira...
Que saudades!!!.
bjs. Dulce.
Osvaldo

Dulce disse...

Osvaldo, bom dia

Adorei conhecer mais um momento de seu professor! Já disse e repito que ter sido aluno de Drummond é raro privilégio. Ele tinha tanto a ensinar e creio que o fazia de uma maneira tão especial... Tanto que você trouxe consigo essas passagens incríveis.
Obrigada por dividi-las com os leitores do Prosa.
Veijos e uma ótima semana para você.