floquinhos

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Para vocês, Fernando Pessoa...

(Alvaro de Campos)

Cruz na porta da tabacaria!
Quem morreu? O próprio Alves? Dou
Ao diabo o bem-'star que trazia.
Desde ontem a cidade mudou.

Que era? Ora, era quem eu via.
Todos os dias o via. Estou
Agora sem essa monotonia.
Desde ontem a cidade mudou.

Ele era o dono da tabacaria.
Um ponto de referência de quem sou.
Eu passava ali de noite e de dia.
Desde ontem a cidade mudou.

Meu coração tem pouca alegria,
E isto diz que é morte aquilo onde estou.
Horror fechado da tabacaria!
Desde ontem a cidade mudou.

Mas ao menos a ele alguém o via,
Ele era fixo, eu, o que vou,
Se morrer não falto e ninguém diria:
Desde ontem a cidade mudou.


É tão estranho imaginar Fernando Pessoa sentindo-se apenas "o que vou"... Talvez o maior poeta da língua portuguesa e, no entanto, achava que ninguém sentiria sua falta, que a cidade não mudaria sem ele... Enganou-se tanto!... Não só sua Lisboa, mas todo o mundo de língua portuguesa chora ainda sua falta e muda a cada dia mercê sua obra...


21 comentários:

BEL disse...

Tem razão no que escreve, em vida não lhe deram o real valor e hoje choramos por mais.

Beijos


Bel

Isa disse...

É realmente um POETA!!
Difícil,reconheço,mas Grande,como os Grandes!
Beijo,Amiga querida!
isa.

Agulheta disse...

Querida amiga.O mestre da poesia presente,e que palavras escritas,e todo o mundo fala de Pessoa,só poderemos ter orgulho na sua obra.
Beijinhos de amizade
Lisa.

Se poder ler no meu blog agradeço.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Na simplicidade deste poeta encontro sempre os mais belos versos.

Beijo, Ana =)

Fernanda disse...

Querida Dulce,

É verdade...a sua conclusão está completamente certa. Logo ele, Fernando Pessoa!

Quando morre alguém, o que muda é a vida desse alguém, o resto continua, o Mundo continua a girar.
Mas... fica a sua obra, se a fez, ficam sempre as lembranças de quem as ama, pelo menos isso.

Amiga, se tiver um momento, gostaria de a convidar a ir ao Sempre Jovens, e como gosta tanto do Natal, conte-nos uma histórinha das suas, linda! Se quiser e for grande, posso publicá-la no meu espaço, o que seria uma grande honra para mim.

Conto consigo, como sempre!

Beijinhos doces.

Vitor Chuva disse...

Olá Dulce!

Era certamente modesto ou não se tinha em grande conta. Acontece com outros, a quem só depois da morte é reconhecido o seu valor.

Quanto à tabacaria, ela seria concerteza muito mais do que apenas isso para ele, tal como acontece com alguns lugares que ganham um significado muito especial nas nossas vidas, ainda que fisicamente sejam apenas isso.

Beijinhos.

Vitor

Adolfo Payés disse...

Todo un placer leerte.. Excelente Poema..

Te dejo mis mejores vibraciones de paz y amor para estas fiestas..

Es un placer leerte..
Suerte en todo..

Un abrazo
Saludos fraternos..

Dulce disse...

Bel

E isso é mesmo lamentável, mas acontece. Depois da morte, homenagens, estátuas, palavras, tantas coisas, mas seria tão bom se o reconhecimento fosse-lhe oferecido em vida...
Beijos

Dulce disse...

Isa
Nem dá para não gostar, não é, minha amiga.
Beijos e boa noite

Dulce disse...

Agulheta

Temos grandes poetas e escritores maravilhosos em nossa língua portuguesa, sensíveis, iluminados, mas Pessoa é magnífico.
Beijos e boa noite

Dulce disse...

Ana Cristina

Obrigada pela presença. Um prazer te-la aqui conosco.
Beijos

Dulce disse...



Obrigada, amiga, fico muito honrada com o convite e amanhã mando para você alguma coisa, por e-mail. Hoje foi um dia todo corrido, saí com meu filho (e a namorada) para almoçarmos, depois fomos as compras, voltamos para preparar um jantarzinho e só agora (10 hs) eles saíram e eu pude vir ao blog. Ufa!... Já nem tenho disposição para tanto, mas valeu, foi um dia muito agradável.
Beijos e amanhã envio a história.

Dulce disse...

Lisa

estou indo ler seu blog, com muito prazer. Passei quase todo o dia fora, por isso só agora respondo.
Beijos

Dulce disse...

Vitor, boa noite

Também imagino que a tabacaria tenha tido uma importância maior em sua vida, quando não, apenas pelo poema maravilhoso que leva esse nome e que começa com uma das frases que me diz mais fundo:

"Não sou nada,
Nunca fui nada,
Não posso querer ser nada...
A parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo"...

Imagino a grandeza dos sonhos desse poeta imortal e maravilhoso.

Beijos

Dulce disse...

Adolfeo
Sempre fico feliz quando passa por aqui. Obrigada e que suas Festas sejam também de paz e amor.
Beijos

AFRICA EM POESIA disse...

com um beijinho ...

e com a certeza que sabemos para onde vamos e oque queremos


UNIÃO


Vamos dar as mãos...
Vamos juntar-nos...
Vamos pensar...
No nosso irmão...

Vamos unir-nos...
E pensar...

Que se cada um...
Deixar amar...
O coração...
De uma criança

Será outra vez Natal...

LILI LARANJO

Sonhadora disse...

Querida Dulce,

Fernando Pessoa
Talvez o maior poeta da língua portuguesa

Adorei a escolha

Beijinhos

Dulce disse...

Lili

Sim, sabemos e tudo fazemos para que o caminho seja sereno.
Lindos versos, obrigada.
Beijos e bom dia

Dulce disse...

Sonhadora

Também o sinto assim.
Obrigada, beijos e bom dia.

Isa disse...

Paz
__________________União
_________________Alegrias
________________Esperanças
_______________Amor.Sucesso
______________Realizações★Luz
_____________Respeito★harmonia
____________Saúde★..solidariedade
___________Felicidade ★...Humildade
__________Confraternização ★..Pureza
_________Amizade ★Sabedoria★.Perdão
________Igualdade★Liberdade.Boa-.sorte
_______Sinceridade★Estima★.Fraternidade
______Equilíbrio★Dignidade★...Benevolência
_____Fé★Bondade_Paciência..Gratidão_Força
____Tenacidade★Prosperidade_.Reconhecimento
(¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´×(¨`•.•´¨)
(¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´× (¨`•.•´¨). ×`•.¸.•´×(¨`•.•´¨)
CAMPANHA: VAMOS FAZER ESTA ÁRVORE CIRCULAR
NOSSO ATÉ O FIM DO ANO PARA ENERGIZAR 2010!!!
PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM ENVIE PARA AMIGOS
QUE VOCÊ CONSIDERA ESPECIAL

Dulce disse...

Isa

Muito linda e muito especial esta sua árvore. Obrigada
Beijos