floquinhos

domingo, 13 de dezembro de 2009

Apenas um pensamento

"Mas os meus escritos são as minhas horas de felicidade. Mesmo naquilo que eles tiverem de cruel. Preciso escrever assim como preciso de respirar, porque o corpo me exige."

(Albert Camus)


20 comentários:

Vitor Chuva disse...

Olá Dulce!

Para além de prazer, necessidade espiritual, levado ao extremo, o acto de escrever pode tranformar-se numa - agradável- forma de dependência, acho eu.

Beijinhos, bom domingo.
Vitor

Silvana Nunes .'. disse...

Salve!
Muito obrigada pela visita e por seu comentário. Hoje a conexão está dando uma colher de chá, , estou conseguindo abrir alguns blogs menos carregado e deixar o meu profundo agradecimento - é muito bom poder contar com você. Aos pouquinhos eu vou dando conta de tantos amigos, de tantos comentários e de tantas leituras interessantes que aparece. Divulgar esse imenso país com suas belezas naturais e multiplicidades culturais é a minha verdadeira intenção, afinal ninguém pode amar aquilo que não conhece, não é verdade ? Eu me apaixonei pelo Brasil aos 12 anos de idade quando li Ariano Suassuna em "O Auto da Compadecida" - Chicó foi o meu primeiro amor..Penso que falta ao povo brasileiro é esse sentimento de pertencimento, de vontade de preservar o seu espaço lutando por um mundo cada vez melhor. Vemos tantas coisas na TV, escandalos de dinheiro em cueca, em bolsas, em malas e até na meia. Se essa raça de políticos amassem o Brasil e seu povo, isso não aconteceria. Com certeza que não. Porque eles só estão pensando neles próprios, dane-se quem vem atrás : farinha pouca, meu pirão primeiro, é o pensamento de quem não tem esse sentimento de pertencimento por uma nação tão linda, tão especial. Sim, porque aqui ainda é o melhor lugar para se morar. Por isso faço questão de divulgar a nossa cultura, o nosso povo, quem sabe um dia a ficha cai...Pode até ser uma ideologia, mas acredito que o melhor caminho seja a educação, o conhecimento.
Só sei que a coisa me parece estar dando certo, porque até já andei conhecendo alguns blogs iguais aos meus, a cópia é tão grande que até o layout e o corpo de letras são iguais - assim ninguém merece...
Que a Paz e o Bem estejam sempre com você e mais uma vez muito obrigada pelo seu carinho para com o meu trabalho.
Um grande abraço,
Silvana Nunes.'.
Saudações Florestais !

adolfo payés disse...

Siempre es un inmenso placer leerte..
Suerte en todo..

Te dejo mis mejores vibraciones de paz para estas fiestas..

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que tengas una maravillosa semana..

Pd:Por problemas de salud estuve ausente estos últimos días,
ya me pondré a la altura de sus blog para comentarles..

Pido disculpas por no poder pasar por sus blogs..

Gracias

Sonhadora disse...

Minha querida Dulce
Passei para deixar um beijinho e agradecer a sua visita...amei.
Sonhadora

Si disse...

Chego aqui e entra-me pelas narinas adentro o espírito de Natal, que para mim só tem sentido assim, frio, geado ou até mesmo nevado, e penso como será possível comemorá-lo em pleno Verão, com o braseiro no céu, em vez de estar na lareira.... :D
E penso também nesta frase de Camus. Do alto da pequenez da minha escrita, assim o sinto também.
Beijinhos

Agulheta disse...

Dulce. Eu pessoaalmente adoro frases de Albert Camus,penso que de grande reflexão.
Beijinhos de amizade.
Lisa

Fernanda disse...

Querida amiga Dulce,

Assim se deve sentir um bom escritor...escrever o que lhe vai na alma, belo ou cruel, se só isso lhe dá felicidade.

Beijos

Dulce disse...

Vitor

Imagino mesmo que seja assim. Quem gosta de escrever não consegue ficar sem faze-lo.
Que seu domingo tenha sido ótimo.
Beijos e boa noite

Dulce disse...

Silvana

É muito lindo esse seu trabalho em prol da cultura e das tradições brasileiras. Seu espaço é sempre um lugar onde se aprende muito sobre nossa gente, suas crenças e tradições. Parabéns por isso.
Beijo, obrigada e boa tarde

Dulce disse...

Adolfo

O importante é que você já está bem, e assim temos o prazer de recebe-lo em nossos espaços e de poder visitar o seu.
Obrigada, boa noite, beijos

Dulce disse...

Sonhadora

Obrigada, um beijinho para você também e uma boa noite.

Dulce disse...

Si

Pois é, mas este é o Natal que conhecemos. Trouxemos muitas das nossas tradições dai da Europa e agora incorporamos tamném as dos Estados Unidos e vamos fazendo nosso Natal Tropical intercalado com pedaços de outros paises, tudo com alegria e ternura.
Beijos e boa noite

Dulce disse...

Agulheta

Também gosto muito de Camus, Lisa, de seus livros, de suas frases.
Beijos e linda noite para você.

Dulce disse...


Disse-o bem, minha amiga. Escreva-se o que se escrever, deve ser escrito com a alma e o coração.
Beijos e boa noite.

Graça disse...

Dulce,

Camus é realmente muito bom!

Escrever e respirar se fundem, e são necessidades básicas de quem é apaixonado por escrever...

Tenho uns scraps esperando por você, minha amiga, lá nos 'botões' e espero que aceite...
fiz com um amor imenso para homenagear os amigos virtuais.

Quando der, busque um pra você.
Um grande abraço!

Dulce disse...

Graça,

Muito obrigada. Aceito sim, com muito prazer e já estou passando lá nos botões para ver e retirar.
Beijos e otima semana para você

Maria Teresa disse...

Dulce:
É verdade: às vezes, no meio de um filme, no cinema, surge aquela necessidade de colocar por escrito uma ideia, antes que ela desapareça... O que fazer? Comparo essa desmedida aflição à vontade de comer um pedacinho de chocolate em momentos de alegria ou mesmo de tristeza: são inevitáveis.
Beijos.

Pitanga Doce disse...

É assim que é, não é Dulce? É um lavar de alma.

beijos e bom dia.

Ah, seguiu mail e obrigada pela dica.

Dulce disse...

Maria Tereza

É assim mesmo... depois da idéia perdida, fica difícil retomar, já não surge com a mesma força.
Beijos e bom dia

Dulce disse...

Pitanga

Pois é, Mila!... Um lavar de alma.

Mas pelo jeito a dica não valeu muito, né? Tá difícil, né amiga? Já não conseguimos manter o blog como gostaríamos... Uma pena!
Vi os e-mails, Obrigada!
Beijos e bom dia