floquinhos

sexta-feira, 11 de março de 2011

Mais uma vez...


Mais uma vez o mundo para em expectativa diante de um fenômeno da natureza. Desta vez vemos o Japão, atingido por um dos maiores terremotos de sua história, e consequente tsunami. E, em consequencia disso, a costa do Pacifico fica em alerta, o mundo em suspense, rezando para que o tsunami vá perdendo força, diminuindo assim o risco de uma grande tragédia em cada um dos lugares por onde vai passar.
Diante dessa tristeza toda, o Prosa hoje fica calado, solidário com o sofrimento e o medo que sufoca parte do mundo.  

22 comentários:

Beta disse...

É...
a natureza está gritando loucamente que está tudo errado, e mesmo assim não ouvimos... lamentável.

bj

PRECIOSA disse...

Olá amiga
Vamos em corrente pedir a DEUS em forma de oração, que a natureza se acalme...
Beijos
Preciosa Maria

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Também estou muito expectante e preocupado com o que possa acontecer dentro de algumas horas no Pacífico, Dulce. Se o tsunami não amainar, há ilhas que vão ser completamente varridas por ele.
Esperemos que não se confirmem as piores expectativas.
Se passar lá pelo CR, tem uma lembrancinha para si.

Dora Regina disse...

Mais uma vez um fenômeno da Natureza nos deixa em expectativa, um Tsumani causado por um terremoto, deixa a costa do Pacífico em alerta.
Sei que terremotos no Japão não é novidade, porém são cenas íncriveis e assustadoras onde podemos ver os efeitos de um tremor de terra potente.
Meu abraço solidário.
Paz e bem!

Pitanga Doce disse...

É isso, minha amiga. Enquanto dormimos, o mundo acaba. Algo está muito errado. O mar sempre esteve lá. Terá aumentado de tamanho? Talvez. Triste.

Beijos em sexta-feira fusca.

Dulce disse...

Beta

Assim é, embora desta vez a mão do homem não possa ser responsabilizada pela tragédia
bjs

Dulce disse...

Preciosa

Vamos sim, amiga, formando uma corrente de pensamentos e preces pelos que lá estão.
beijos

Dulce disse...

Carlos Barbosa de Oliveira

É assustador!
E diante da impotência do homem ante as forças da natureza, só nos resta esperar que os prognósticos não se confirmem...

Que gentil, meu amigo, obrigada. Estou indo lá para o Rochedo.

bom final de semana.

Dulce disse...

Dora Regina

O povo japonês é extremamente organizado e tecnologicamenta muito avançado e preparado para enfrentar terremotos, mas mesmo assim, fica vulnerável diante da força da natureza... E, além disso, o tsunami vai estendendo-se por toda a costa do Pacífico onde a população de tantas pequenas ilhas estão indefesas... Angustiante.
beijos

Dulce disse...

Pitanga Doce

Não, certamente não aumentou de tamanho, mas tem lá seus chilliques... O fato é que essas tragédias são muito angustiantes...
Beijos (em tarde azul)

Carlos Albuquerque disse...

O horror a passar pelos nossos olhos!
Quando a Natureza entra em fúria, na cega loucura de tudo destruir, o Homem é demasiado pequeno e frágil para se lhe opor.
Ver o que aconteceu no Japão, e, certamente, o que mais viremos a saber quando a tragédia nos mostrar todo o seu rasto, leva-me a sentir uma angústia grande, e a estar solidário com aquele povo.
BJS

Dulce disse...

Carlos Albuquerque

Verdade, meu amigo... Quem somos nós, frágeis mortais, diante da força e da fúria da natureza?
É exatamente assim como você que estou me sentindo, Carlos

Beijos

Pitanga Doce disse...

Dizem os biólogos, que os mares aumentaram sim, devido ao degelo das camadas polares, mas que está acontecendo alguma coisa lá por baixo, ah isso tá!

Isa disse...

Vi esse filme de verdadeiro terror!
Que medo!
Que dor!
Sabe,lembrei-me do Terremoto de 1755
e tremi.
Porquê? Porque grande parte da Zona ribeirinha foi roubada ao Rio (zona
dos Jerónimos e ñ só)e o Rio vem sempre buscar o que lhe roubaram!
Beijo.
isa.

Dulce disse...

Pitanga

Verdade. Com p derretimento das geleira o mar vai subindo, ano a ano. Terrivel.

Mas esses tsunamis provocados por terremotos são medonhos... Será que o homem nunca vai se dar conta de sua fragilidade diante da natureza"

Beijos em anotiecer de chuva

Dulce disse...

Isa

Ah, minha amiga, ainda vi as marcas desse terremoto em minhas viagens a Portugal. Vi a Torre de Belem deslocada do meio do Tejo, em Lisboa e vi em Setúbal, na frente da Igreja do Menino, o desnível do calçamento, entre outros sinais que o guia ia nos mostrando. Por isso avalio seu medo. E a dor que estamos todos sentindo hoje...
Beijos

Paloma disse...

DULCE, sempre que a natureza se ma-
nifesta, de modo trágico, fico com
a sensação de que ela vem em busca
do que lhe pertence. Mas, tudo isto
nos entristece e preocupa.
É terrivel.

Maria disse...

Amiga quando a natureza se revela assim não há nada que a detenha e sentimo-nos impotentes perante tanta força destrutiva. Rezemos por todos os que perderam a vida e por todos os que neste momento se encontram em tanta dificuldade.
Bom fim de semana
beijinhos
Maria

Agulheta disse...

Querida amiga.A natureza pede clemência e piedade,mas o homem não escuta e continua a roubar ao mar o que dele é,as chamas continuam a queimar a floresta,os povos continuam a ter fome...o meu lamento perante mais uma tragédia natural que ceifou vidas.
Beijinho bfs

Dulce disse...

Paloma

E nem poderia deixar de ser assim. Ninguém pode deixar de se entristecer diante de tanta dor...
Beijos

Dulce disse...

Maria

Na verdade, impotentes diante de tanta dor, só nos restam as orações, não é, minha amiga? Tanto sofrimento!...
Beijos e um bom final de semana para você também

Dulce disse...

Agulheta

A natureza tem suas regras e seus acertos e ao homem, tão pequenino e impotente diante de sua força, só lhe cabe respeitar essa força e aprender a conviver com ela. E o povo japonês é o que melhor sabe como fazer isso.
Não fosse assim e a tragédia teria sido muito maior.
Beijos e um final de semana de paz.