floquinhos

segunda-feira, 28 de março de 2011

Faxinal do Soturno - Vamos conhecer?


Mais uma vez o Prosa leva seus amigos e leitores a um  passeio por uma cidade deste nosso imenso país. Como sempre,  a escolha é feita entre os visitantes diários deste blog e baseia-se no fato da cidade ter um nome diferente, curioso, que chame a atenção, e que seja uma cidade para nós, até então, desconhecida... Hoje vamos até o coração do Rio Grande Sul onde, entre montanhas e vales, rios e grutas,  encontramos  "Faxinal do Soturno". 
Com uma população de aproximadamente seis mil e oitocentos habitantes, esta pequena cidade de colonização  italiana, conserva  em seus  usos e costumes, em seus  hábitos e alimentação, a cultura trazida por seus colonizadores. Uma influência presente também em seus  monumentos e na vivência religiosa de sua gente. Em desenvolvimento crescente, alicerça sua economia na agricultura, na indústria e no comércio.
Fui buscar no site da prefeitura da cidade a explicação para o nome tão diferente desse município:
"A origem do seu nome vem do Rio Soturno, que banha suas terras, de nome sinistro, porém, doa-se em nome e riqueza, nas suas margens o arroz irrigado, nas partes altas o potencial energético. Em que época a denominação de Campo do Meio foi substituída pela de Campo dos Bugres e esta por Faxinal do Soturno, ninguém sabe. Sabe-se, entretanto, que o nome de Soturno foi motivado pelos pantanais ribeirinhos, que nos primeiros tempos se apresentavam cobertos de mato cerrado e escuro, lugar soturno e perigoso, principalmente nos meses de maio a setembro, época das chuvas."
E como (segundo os chineses) uma imagem vale mais que mil palavras, ficam abaixo algumas fotos desse lugar distante que se fez presente numa visita ao Prosa.




10 comentários:

Catarina disse...

Gostei do passeio. Bjos.

chica disse...

Puxa, deve ser lindo mesmo!Adorei ver!beijos,chica

Isa disse...

E fiquei a conhecer um pouco mais!
Engraçado o nome.Há sp uma razão
para os nomes dados às terras.
Gosto de saber.
É uma rubrica mt interessante que
enriquece este espaço.
Ao ver as imagens imaginei-me a passear com a Dulce como guia!
Beijo.
isa.

Dulce disse...

Catarina

Ah... que bom que gostou!
Beijos e um lindo dia para você

Dulce disse...

Chica,

Fico feliz que tenha gostado.
Beijos, obrigada e um bom dia para você.

Dulce disse...

Isa

Pois então, minha doce amiga... Eu também fico sempre intrigada quando vejo nomes de cidades que fogem ao comum e quero logo saber a origem desses nomes e fico imaginando como seriam essas cidades, por isso vou buscar informações e com isso vou conhecendo um pouquinho mais deste país tão diversificado.
E assim, vamos passeando juntas...
Beijos, obrigada e lindo dia para você.

Lourdes disse...

Dulce
E assim passeamos pelo seu Brasil e conhecemos lindos lugares.
Por aqui, também se deram nomes pouco vulgares a algumas localidades. Uns são bem esquisitos, outros engraçados.
Beijinhos
Lourdes

Paloma disse...

DULCE,eu estava esperando que você desse continuidade a visitação dessas cidadezinhas curiosas e interessantes. Um detalhe comum a todas: a igreja principal numa pracinha. Isto é de lei.

Beijos,agradecida por esta modalidade de passeio,que muito me agrada.

Dulce disse...

Lourdes

Mas são tão curiosos e interessantes esses nomes diferentes de cidades, d`aquém e d`álem mar, que não podemos deixar de ir ver a carinha desses lugares. E são sempre lindos...
Beijos

Dulce disse...

Paloma

E são tão aprazíveis essas pracinhas, não Paloma? Tenho tido um imenso prazer em conhecer essas cidades.
beijos