floquinhos

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O amor na maturidade...


Canção da Plenitude

Não tenho mais os olhos de menina, nem corpo adolescente, e a pele translúcida há muito se manchou.
Há rugas onde havia sedas, sou uma estrutura agrandada pelos anos e o peso dos fardos bons ou ruíns. (Carreguei muitos com gosto e alguns com rebeldia).

O que te posso dar é mais que tudo o que perdi: dou-te os meus ganhos.
A maturidade que consegue rir quando em outros tempos choraria, busca te agradar quando antigamente quereria apenas ser amada.
Posso da-ter muito mais que beleza e juventude agora: esses dourados anos me ensinaram a amar melhor, com mais paciência e não menos ardor, a entender-te se precisas, a aguardar-te quando vais, a dar-te regaço de amante e colo de amiga e sobretudo força que vem do aprendizado. 
Isso posso te dar: um mar antigo e confiável cujas mares - mesmo se fogem - retornam, cujas correntes ocultas não levam destroços, mas o sonho interminável das sereias.

(Lya Luft)

12 comentários:

Pitanga Doce disse...

O texto é lindo, Dulce. Lindo e por demais verdadeiro.

Beijos em dia cinza.

Dulce disse...

Pitanga Doce

Não é mesmo? Lya Luft sabe bem o diz...

Beijos em geladíssimo dia azul, quase afivelando as malas

ValCruz disse...

Linda escolha querida Dulce.

E você, como está pelos lados daí?...Espero que estejas bem.

Um forte abraço e meu carinho de sempre por você.

Até!

Dulce disse...

ValCruz

Oi, menina, tudo bem?
Pois!... Não é que já estou de malas prontinhas para volta? Só falta afivelar... rs... Aí, estou com metade do coração em festa pela volta ao ninho, e metade do coração chorando por ter que partir... Tá difícillllll...
Mas esta é minha vida, cá e lá enquanto Deus permitir. E feliz por poder estar um pouco em cada lugar, um pouco com meus amores divididos...
E você, como está?

Beijos e uma linda tarde

Paloma disse...

DULCE, realmente a maturidade muda tudo, na gente. No físico e na alma.

Beijos

Lourdes disse...

Dulce
Que bem que Lya Luft escreve sobre o tema! Adorei.
Beijinhos
Lourdes

Dulce disse...

Paloma

E só quando chegamos a ela entendemo que, realmente, as mudanças foram para melhor.

Beijos e um bom dia

Dulce disse...

Lourdes

Sim, é verdade. Sensibilidade à flor da pele, experiência, uma vida bem vivida...

Beijos, obrigada e um bom dia

Pitanga Doce disse...

VEM, QUE NÓS TE ESPERAMOS, DULCE!

beijos

Dulce disse...

Pitanga Doce

Coisa mais boa de se ouvir, minha amiga!!!
OBRIGADA!... Sábado desembarco por ai... rs...

Beijos

isa disse...

Que beleza de texto e quanta verdade!
Beijoo.
isa.

Dulce disse...

Isa

Sempre, quando se trata de Lya Luft, não é mesmo?

Beijos