floquinhos

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

De novo na estrada?...

(Campinas)

Tenho uma amiga muito querida, a Maruska, lá de Michigan, que costuma dizer que tenho rodinhas nos pés... Ela diz isso porque vivo pra lá e pra cá, ao sabor das saudades que batem forte lá dentro de mim. Mas que fazer, se tenho um filho em cada lugar? Depois, eu já trabalhei minha cota, com alegria, então posso bem me dar ao luxo de viajar, viajar... rs... Enquanto der, enquanto Deus o permitir, vou continuando assim. Dia virá em que terei que me aquietar, mas até lá, vamos vivendo o momento, vamos curtindo a vida de rodinha nos pés... rs...
E, para não desmentir minha amiga, lá voou eu fazer minha malinha, de novo, nem bem acabei de desfazer as outras. Vou matar as saudades dos amores lá de Campinas, passar uma semaninha com eles antes de voltar, refeita, para começar a preparar a casa para  o Natal, que já está batendo à porta. Já se deram conta disso? Estamos quase no Natal, quase entrando em dezembro, o mês mais bonito do ano... 
Lembrei-me agora de meu marido, já bastante doente, nos anos 90, ficar fazendo uma enorme torcida para que pudesse chegar ao ano 2.000. Era o sonho de entrar em um novo século, mais que isso, entrar no novo milênio. Fizemos uma festa linda naquele Reveillon, todos os filhos e netos reunidos em torno dele que, por sua vez, recém saído de um infarto, sentia a vida correr pelas veias, sentia a alegria de estar vivendo aquele momento. Exatamente dois anos depois, na noite do Reveillon, que era a festa que ele mais gostava, nós o velamos, coração em frangalhos, antecipando a falta que nos faria, a saudade que deixava em nós...
Pronto, ai estou eu de novo, começando um assunto e, assim sem mais nem menos, pulando para outro. O que eu queria dizer, mesmo, era que o tempo anda voando muito mais do que os jatos que me conduzem de um hemisfério ao outro... Outro dia mesmo estávamos torcendo para chegarmos ao ano 2000...  e já lá se vão mais de dez anos... 
Acho melhor parar por aqui, ir fazer minha malinha, que este assunto está me deixando nostálgica demais.... rs... Como sempre, continuo por aqui, com vocês, diretamente lá da outrora "Cidade das Andorinhas"
...

14 comentários:

Pitanga Doce disse...

Eu não acredito! Vem cá, Dulce! ÔÔÔ DUUULCE! Já foi!

Dulce disse...

Pitanga Doce

Tô aqui, meninaaaaaa... hehehehehe
Estou sempre aqui, viu? em Sampa, em Boston, em Campinas, mas sempre aqui, viu... hehehehe

Beiiiiiigos

Graça Pereira disse...

Minha Querida

Eu acho muito bom ter rodinhas nos pés e asas no coração...enquanto Deus nos deixar...porque não?
Tambem já comecei a preparar-me ( por enquanto ideias) para o Natal e ano Novo...Gosto deste mês apesar do frio!
O meu marido tambem desejava tanto chegar ao ano 2000... Partiu em Março de 99 e tinha feito 54 anos há 2 meses atrás... No último Natal, toda a família já estava desenganada, menos ele que vivia ainda com alguma esperança... Fiz a árvore de Natal e Presépio os mais bonitos que me lembro( e não tenho fotos...) e ele dizia-me emocionado: Miúda, como tu tens jeito para estas decorações, a nossa casa fica mágica!
Nunca deixei de fazer as decorações natalícias, depois da sua partida...em sua memória e homenagem. E sei que, em algum lugar, ele diz-me sempre: Este ano, Miúda, ainda está mais bonito!
Vi a foto de Campinas...é uma cidade bonita e moderna.
Beijo amigo
Graça

Lourdes disse...

Olá Dulce
É bem verdade. O Natal está de novo à porta.
aproveite os dias que faltam para matar saudades dos "seus amores de Campinas". Depois com o coração carregadinho de amor, estará apta para o distribuir por todos pelo Natal.
Beijinhos com votos de boa viagem.
Lourdes

Beth/Lilás disse...

Ah, Dulce eu quero ser como você!
Amo pessoas assim que não desperdiçam a vida com lamuriações ou tristezas.
Relembrar o passado, mesmo quando é triste, uma perda como você nos contou, mas fala dele com sentimento também de amor por aquilo que viveu c pode usufruir.
Que você tenha sempre rodinhas nos pés e muito amor no coração!
um super beijo carioca

Dulce disse...

Graça Pereira

Leio emocionada seu comentário, Graça e fico sem palavras para responder... Apenas dia OBRIGADA!

beijos e bom final de semana para você

Dulce disse...

Lourdes

Obrigada, minha amiga. Vou aproveitar cada momento, sim, porque eles são preciosos, únicos...
Beijos, bom final de semana

Dulce disse...

Beth/Lilás

Mas tenho a impressão que é exatamente assim que você é, minha amiga!
Obrigada e um bom final de semana para vooê.

avesemasas disse...

Dulce, Boa noite!
E é tão bom sentir essa vontade de fazer a "malinha", e sorver outros ares ao lado dos que ama.
Aproveite sim, e sempre com a mesma força e entusiasmo, porque a vida, essa passa depressa demais e às vezes, quando olhamos para trás, já é muito tarde.

Beijinho e muito obrigada pelo carinho.

Ana artins

elvira carvalho disse...

Que bom que tem rodinhas nos pés amiga. Pelo menos está fazendo o que gosta. E ir ver os filhos é sempre uma alegria não é verdade?
Por aqui este ano o Natal Vai ser muito diferente do que sempre foi. Desde sempre juntavamos toda a família na casa dos pais. Havia anos em que era imensa gente. Eram os meus pais, os irmaõs, os filhos, os sobrinhos os netos. Pela primeira vez eles não estão. E cada um vai ficar no seu canto.
Nós passaremos o Natal com o filho, a minha irmã e cunhado com a filha deles, meu irmão sózinho e tios e primos a mesma coisa. Depois a situação do País está pessima. Enfim.
Um abraço e boa viagem

Dulce disse...

Ave sem Asas

E como passa, Ana!... como passa!
Enquanto der, vamos seguindo o rítimo que o coração pede e suporta... rs...

sou eu quem agradece, minha amiga.
Beijos e bom domingo para você.

Dulce disse...

Elvira Carvalho

Sem dúvida! Uma alegria imensa, uma razão a mais para se amar a vida...
Também já tivemos Natais assim, com a família toda, muito grande, reunida. Depois meus antigos foram ficando em seus pontos de chegada, o novos foram chegando em nossos caminhos, e fomos assim, desfrutando de novos momentos, mas, depois que meu marido se foi, nunca mais consegui reunir todos os meus filhos e netos ao redor de mim numa noite de Natal... Sempre há um que está longe. Talvez neste ano consiga ter meus três filhos juntos, mas os netos, pelo menos três deles, ficarão com a outra avó... Coisas da vida!
Beijos e um bom domingo para você

Paloma disse...

DULCE, nesta época sempre começamos fazendo uma retrospectiva de outros Natais.E,a lembrança dos que partiram se torna mais presente.

Beijos

Dulce disse...

Paloma

É verdade, minha amiga... Esse tempo que é de mais ternura é também o de mais saudade.

Beijos e um bom domingo para você.