floquinhos

terça-feira, 29 de maio de 2012

A canção da vida...


Inscrição Para Uma Lareira


A vida é um incêndio; nela
dançamos, salamandras mágicas.
Que importa restarem cinzas
se a chama foi bela e alta?
Em meio aos toros que desabam,
cantemos a canção das chamas!


Cantemos a canção da vida,
na própria luz consumida...


(Mario Quintana)



12 comentários:

isa disse...

Como Quintana nos fala ao coração,à
sensibilidade!
Minha querida Dulce,que linda escolha.
Beijo.
isa.

elvira carvalho disse...

Mario Quintana. Um dos meus poetas preferidos. Um poeta, um pensador, um sábio.
Um abraço

Beth/Lilás disse...

Boa noite, amiga!
Cantemos pois!
Por falar em lareira, acho que tá na hora de acender a minha neste ano.
Amo ficar olhando o fogo e remexer nele, isso me atrai totalemnte.
um beijo grande, carioca

Dulce disse...

Isa

E sempre nos comove, não é, Isa?
Beijos e um bom dia para você.

Dulce disse...

Elvira Carvalho

E sempre um momento de paz em nosso dia...

Um abraço e e um bom dia para você

Dulce disse...

Beth?Lilás

Também gosto muito de estar junto à lareira, vendo o bailado das chamas...
Beijos e um bom dia para você.

annie hall disse...

Mas que bonito blog!

Pitanga Doce disse...

Eu podia ficar encolhidinha neste fim de tarde tão vazio de emoções, só para ouvir a música que pára por aqui.

Beijos Dulce

Dulce disse...

Annie Hall

Muito obrigada, Annie.
Seja muito bem vinda ao Prosa.

Um abraço

Pitanga Doce disse...

Não estou conseguindo comentar Dulce! O Google diz que foi...e não foi!!! É o terceiro comentário que tento desde essa tarde. Será algo pessoal contra Libriana e o Sol não está em Vênus e Júpiter aliou-se a Plutão...sabes como são temperamentais esses planetinhas. Até os que foram banidos.

Beijos em quase sexta!

Dulce disse...

Pitanga Doce

Que bom ver você por aqui, menina! Já estava começandoo a ficar preocupada com sua ausência,

Pois, amiga!... A música faz mesmo muito bem à alma.

Sobre os comentários - Nada a ver com seu signo eu acho, mesmo porque, já dizia o saudoso Omar Cardoso, "os astros impelem, mas não compelem" (rs), lembra? É problema técnico mesmo (na melhor das hipóteses... hehehe)

Beijos e um bom dia para você

Ana Martins disse...

Soberbo este poema de Mário Quintana, Dulce!

Beijinho,
Ana Martins