floquinhos

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Haver sonhado e ter vivido o sonho...

QUEM AMA INVENTA

Quem ama inventa as coisas a que ama...
Talvez chegaste quando eu te sonhava.
Então de súbito acendeu-se a chama!
Era a brasa dormida que acordava...
E era um revôo sobre a ruinaria.
No ar atônito bimbalhavam sinos,
Tangidos por uns anjos peregrinos
Cujo dom é fazer ressurreições...
Um ritmo divino? Oh! Simplesmente
O palpitar de nossos corações
Batendo juntos e festivamente,
Ou sozinhos, num ritmo tristonho...
Ó! meu pobre, meu grande amor distante,
Nem sabes o bem que faz à gente
Haver sonhado... e ter vivido o sonho!

(Mario Quintana)

10 comentários:

PRECIOSA disse...

Amei conhecer seu blog e seus post
Te sigo com carinho
Preciosa Maria

Dulce disse...

Preciosa

Um prazer recebe-la, Preciosa Maria. Seja muito bem vinda.
Beijos e obrigada.

Pitanga Doce disse...

É pra falar? É não! É não! Ó Dulce, que andas tão apaixonada!

beijos em tarde de sol e vento muito suspeito. Chuva amanhã?

Dulce disse...

Pitanga Doce

Quem dera, menina...
Como dizia Cecîlia: "Quem tivesse um amor... / Ah, quem tivesse... / (Mas quem teve? Quem teria?)... rs...

Por aqui dia azul de outono com friooooo...
Beijos

Ana Martins disse...

É sempre bom ler Mário Quintana minha amiga.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Paloma disse...

DULCE,¨Ó!meu pobre,meu grande amor
distante¨. Esta frase já diz tudo.

Beijos.

Maria disse...

Querida amiga que excelente escolha, um poema maravilhoso. Adoro os poemas de Mário Quintana.
Tenha um fim de semana cheio de alegria e paz.
Beijinhos
Maria

Dulce disse...

Ana Martins

Obrigada, Ana, beijinhos e um lindo final de semana para você também.

Dulce disse...

Paloma

E tão mais lembrado quanto mais distante, não é assim, Paloma?
Beijos e um bom final de semana para você

Dulce disse...

Maria

Sempre me comovo com a ternura de Quintana, por isso você o encontra sempre por aqui.
Obrigada, beijos e um maravilhosos final de semana para você também.