floquinhos

sábado, 6 de novembro de 2010

Como eu sou?... Sou...


"Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, Depende de quando e como você me vê passar."

(Clarice Lispector)

8 comentários:

Pitanga Doce disse...

Em uma noite de sábado, com a chuva caindo lá fora e Sinatra cantando aqui, sou um vento morno, que quer abrir a janela e seguir. Mesmo com a chuva.

Já você, querida Dulce, me lembra sempre uma brisa doce como o próprio nome.

Boa noite e...ó céus!

Dulce disse...

Pitanga Doce

É, minha amiga, mas a brisa nem sempre é doce, viu? rs... Também tenho meus azedumes, meus dias de ventania... rs... Quem não os tem?... E nesses dias a vontade é de correr prados e campinas até o vento acalmar e a alma ficar em paz.
Beijos, em noite friaaaaaaa...

Maria disse...

Amiga, excelente pensamento. Todos somos leves como a brisa ou fortes como um temporal, depende das circunstâncias da vida.
Tenha um Domingo maravilhoso e uma excelente semana.
beijinhos
Maria

Dulce disse...

Maria

Muito bom dia e muito obrigada por sua presença no Prosa, muito bom te-la por aqui.
E, entre ventanias e tempestades, brisas e calmarias, vamos trilhando nossos caminhos...
Beijos e um excelente domingo para você também.

Paloma disse...

DULCE, bom mesmo é aquela ventania
de felicidade, que quase nos faz le
vitar. É o máximo!
Beijos e um bom domingo

Lídia Borges disse...

Uma imensa sabedoria.

Clarice Lispector sempre surpreendente,para mim.

Um Bom Domingo

Beijo

Dulce disse...

Paloma

Ah, nem diga, menina... Pena é que essa ventania ande meio na base da calmaria... rs...
Beijos e um bom domingo para você também

Dulce disse...

Lídia Borges

Para mim também... quanto mais a leio mais me surpreendo com sua sensibilidade, com sua saedoria.
Beijos e um bom domingo para você também.