floquinhos

sábado, 21 de julho de 2012

Nas manhãs de julho...


Sábado iluminado por um sol que vai entrando pelas janelas, que vai iluminando a casa, alegrando a vida!...
Depois de muitos dias cinzentos, frios demais, molhados e brumosos, julho mostra sua verdadeira cara. Dias frios, mas iluminados, tornando as férias da garotada muito mais alegres. 
Espetáculo marcante até algum tempo atrás, já não há tantas pipas nos céus de julho, mesmo porque esse tornou-se um brinquedo bastante perigoso quando o cerol passou a fazer parte quase integrante dele. No afá de cortar a linha dos outros "papagaios", a garotada anda expondo muita gente ao perigo, principalmente essa legião de motoqueiros que percorre a cidade de manhã à noite em seu estafante trabalho e que, como se não bastasse terem que driblar carros e gente, expondo-se ao perigo de nem chegar ao seu destino (não se passa um dia, nesta cidade, sem que haja muitos acidentes de motos, sem que pelo menos duas ou três pessoas venham a se ferirem gravemente e até mesmo a morrerem), ainda correm o risco de terem seus pescoços cortados pela linha assassina que, envolta em cerol, corta como navalha.
Já notaram que tudo, hoje, envolve perigo? Até as brincadeiras mais lúdicas!... As crianças já não brincam mais nas ruas, já não jogam bola nas esquinas, já não andam de bicicleta, as meninas não sabem mais nem brincar de roda, pular amarelinha, passar o lenço!  Ficam a maior parte do tempo em frente ao aparelho de TV, ao computador. Afinal, há tantos perigos lá fora...
Os tempos são outros, os prazeres infantis também. Tantas mudanças seriam para melhor? Para pior? Sinceramente, não sei. O mundo segue seu caminho, a humanidade busca seu melhor, nem sempre encontrado, mas assim é a vida e temos que caminhar por ela, sem muitas lamentações, entendendo, ou pelo menos procurando entender esse caminhar. E é tão bom poder caminhar pelas claras, alegres, ensolaradas e invernais manhãs de julho!...

5 comentários:

Pitanga Doce disse...

Ô Dulce! Vim aqui te chamar para pular amarelinha? Vai? Em PT se chama "macaca". hehe

Beijos com Sol.

Dulce disse...

Pitanga Doce

Claro que vou...
Macaca??? Por que será, heim? Você sabe a origem do nome?

Beijos

isa disse...

Boa tarde,minha Amiga.
Concordo consigo e às vezes preocupo-me com o tempo que o Sebastião dedica
ao computador,à TV e à consola.
Ele nem ouve quando está entretido...
Gostos bem diferentes e característicos das novas tecnologias, ñ é mesmo?
Beijo.
isa.

Pitanga Doce disse...

Dulce, sei não, mas vou "assuntar". Essa é boa, né? Tirei do fundo do baú. hehehe

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga nos meus tempos de crianças brincavamos até anoitecer na rua, mas hoje os tempos mudaram e a segurança reduziu, por isso temos receio de deixar os nossos filhos brincaram, como nós o fizemos, livremente na rua.
bom fim de semana.
beijinhos
Maria