floquinhos

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Para os kids, com carinho...

(Por sobre o ombro da Presidente Dilma, marcado por um cículo verde e amarelo, o sorriso do Alexander)

Pode até parecer curioso, mas é público e notório que quando nos ausentamos de nossa terra, o amor e o orgulho que  sentimos por ela ficam acirrados. E não poderia ser diferente com o pessoal que forma a maior colônia brasileira nos Estados Unidos, lá no Estado de Massachusetts, formada, sim,  por pessoas de todos os níveis sociais, porém, em sua quase maioria por pessoas  simples, que vão buscar um destino melhor, uma melhor qualidade de vida para si e para seus filhos.
Isso é tão verdadeiro que um pessoal, na cidade de Everet resolveu, há  10 anos, abrir uma escola de alfabetização para crianças brasileiras, ou filhas de brasileiros, onde o amor ao Brasil também fosse cultivado com muito carinho. É justamente lá, na "Escola de Português Caminho do Saber", que os meus kids estão estudando e aprendendo coisas sobre um país que também é deles, visto que ambos tem também a cidadania brasileira.

E, como os leitores do Prosa também devem saber, a Presidente Dilma esteve esta semana em missão oficial lá pelas terras de Tio Sam e, depois de cumprir sua agenda em Washington, foi a Boston e depois a Cambridge para pelestras em Harvard e no MIT. E, quando chegou aos jardins do Palácio do Governo em Boston, foi recebida por um coro de crianças das escolas de português de Everet e de Somerville, entoando os hinos nacionais do Brasil e dos Estados Unidos, com aquele clássico "agitar bandeirinhas" dos dois países. E, claro que os kids lá estavam, empolgados, participando de uma cerimôria que os fez sentirem-se mais brasileiros ainda. E fizeram questão de mandar para a vovó a foto onde o Alexander  aparece, todo sorrisos.

E vão ficar muito prosas quando abrirem o blog da vovó, hoje (rs)...   My lovely kids, esta postagem de hoje  é para vocês, ok?



(clicar nas fotos para ampliar)

10 comentários:

Pitanga Doce disse...

Dulce, não sei dizer se era um dito popular ou uma letra de música mas havia uma frase que era "Saiu no Times", quando queríamos dizer que o assunto ou a pessoa eram importantes. Pois é. Angélica e os kids "saíram no Times." hehe

Bom dia, Dulce. E a vida anda, não é? Aqui e lá.

Dulce disse...

Pitanga Doce

hehehehe... Pois é!...

Anda, sim, minha amiga! E como anda!...

Beijos e bom dia para você.

isa disse...

Que bom partilhar connosco, seus Amigos e leitores,estes momentos felizes!
"Senti-me" lá tb!
Aumentei a 1ª foto e vi mt bem o seu neto.
Na 2ª vi logo quem eram os rostos lindos,mas para ler...cliquei,claro.
Bonito mesmo.
Beijoo.
isa.

elvira carvalho disse...

Tem razão amiga. Só quem já viveu fora do seu país sabe o que isso é.
Muito bem os netinhos. E como diz a Pitanga, muito importantes. Até saíram no Times.
Tudo de bom para eles e para si. Abraço

Anônimo disse...

Oi Dona Dulce,

Que legal :-)! Saudades de vcs.

um beijo!

Urbano

Dulce disse...

Isa

E tem coisa melhor do que partilhar com nossos amigos as nossas alegrias?

Beijo, Isa e muito obrigada

Dulce disse...

Elvira Carvalho

Pois é, minha amiga, não é nada fácil... Por melhor que se esteja, fica sempre aquela sensação de se ser quase "um estranho no ninho"...

Beijos e obrigada.

Dulce disse...

Urbano

Sempre é bom ter notícias suas. Também sentimos sua falta, viu?

Beijos e um bom dia pra você.

Lau Milesi disse...

Dulce, temos algo em comum. Também tenho meus kids fora, na terra de Obama.Duas nasceram lá.
A colônia brasileira cresce a cada dia e finca suas raízes com dignidade e cultura. Excelente post!!!
Um abraço

Idanhense sonhadora disse...

Pois é Dulce ,isso de dar valor à nossa terra, às nossas coisas quando se está lá fora ,deve ser mais uma herança que os brasileiros receberam dos portugueses !!Se for preciso ,na terra nem ligamos , debochamos de muita coisa , achamos que os outros são melhores ...mas , quando estamos lá fora aquela saudade bate forte , se vemos a bandeira e ouvimos o hino as lágrimas correm cara abaixo e estufamos o peito de orgulho.!!É o típico da "saudade Lusitana". Ainda bem que vocês continuam defendendo tudo isso que só quem pertence à lusofonia compreende e que nesse todo está esta língua que nos amarra cada vez mais . Seus netos são lindos ...Tudo de bom para eles e que sintam sempre esse orgulho no seu peito...
Beijinhos
Quina