floquinhos

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Anoitece...


A noite chega tão mansamente quanto os delicados flocos de neve que caíram sem cessar durante todo o dia, paralisando a cidade. Há um silêncio profundo, envolvendo tudo., ha  uma certa nostalgia querendo fazer morada em  minha alma... E eu fecho meus olhos e abro as amarras que a prendem, deixando-a voar livremente em busca de sonhos, de lembranças, de momentos vividos ou imaginados


6 comentários:

Isa disse...

Fico sempre emocionada com o que escreve!
Gosto mt da sua maneira autêntica de abrir o seu coração!
Gosto e fico vaidosa por si, querida Dulce.
Beijo.
isa.

Pitanga Doce disse...

Já se faz hora de voltar, querida Dulce. O Sol te espera!

Beijos e bom dia!

Dulce disse...

Isa

Bom dia, querida e doce amiga, e muito obrigada pelo carinho com que sempre me presenteia.
Beijos

Dulce disse...

Pitanga Doce

Ah, mas já estou voltando, Pitanguinha... em pouco mais de duas semanas, o sol aquecerá minhas lembranças...
beijos e um bom dia procê.

Paloma disse...

DULCE, recomendo que desembarque
com um leque na mão. Estou prevendo
que sentirá falta desse friozinho
de cartão postal.

Beijinhos

Dulce disse...

Paloma

Tenho certeza que sim... Mesmo porque o calor sempre me incomodou muito. Vamos ver...
Beijos e uma ótima tarde para você.