floquinhos

terça-feira, 9 de outubro de 2012

De volta ao meu canto...


Desde domingo, de volta ao ninho, reorganizando a casa depois de vinte dias fora, curtindo a primavera paulistana, cheia de sol, temperaturas até amenas, céu azulzinho, tudo muito lindo, afagando o coração. As flores do terraço, porém, andam tão tristinhas, nem parecendo estarem na primavera; as roseiras com jeito de que vão desistir, o pé de romã lá de cima, quase sem folhinhas e a jabuticabeira parecendo ser a mais insistente, parecendo querer continuar tentando crescer em um lugar adverso, talvez com muito vento, não sei. E não foi falta de cuidados, não. Todos tem sido regados normalmente, tem sido muito bem cuidados, por isso fico bem aborrecida. Já fiz várias tentativas para deixar meus terraços floridos, mas acabo sempre me frustrando. Acho que é por isso que só vejo folhagens nos terraços vizinhos. Nada de flores. 


Mas, para compensar, minha orquídea deu flores pela segunda vez e está linda num canto da sala. Ah, sim, o "lírio da paz" também está bonitinho, vai resistindo...
Acho que preciso fazer um curso de jardinagem... rs... Ou nem isso, a se dar crédito ao que diziam os mais antigos: é preciso "ter mão" para plantas - e acabo de me convencer de que eu não as tenho... sniff... sniff...

4 comentários:

isa disse...

É preciso,sim.
Vejo isso cá em casa.
Eu ñ tenho, mas D.Júlia tem e lá dá um jeito.
Mas tão lindas.
Beijo.
isa.

Pitanga Doce disse...

Não sabia que essa planta se chama lirio da paz. O meu floriu mais uma vez. Mas paz, tá dificil! Estou em obras. Ninguém merece, Dulce!

Beijos em céu pra lá de azul. Benvinda à Sampa, então!

Dulce disse...

Isa

Que bom que tem as mãos de Dona Júlia, não, amiga?

Beijos e linda tarde para você

Dulce disse...

Pitanga Doce

Pois é, amiga, ninguém merece mesmo reforma em casa e eu vou ter que, mais dia, menos dia, enfrentar uma por aqui. Nem quero pensar... rs...

Obrigada, Pitanguinha. Sempre é bom voltar ao ninho.

Beijos e tarde linda para você.