floquinhos

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Desfazendo a mala...


De volta ao ninho, nesta tarde quente, prometendo mais um aguaceiro despejando-se sobre a cidade ao cair da tarde, mais uma vez trazendo transtornos à população.  Mas tudo isso fica um pouquinho esquecido, delegado quase a um segundo plano enquanto o sol ainda brilha e as nuvens mal começam a encobrir o lindo azul do céu de verão.
Mas a "chuvinha" que anda caindo todas as tardes tem feito um bem enorme à paisagem, pelo menos à que pude desfrutar durante quase hora e meia de viagem pela Bandeirantes, um verde com várias nuances espalhando-se até onde a vista pode alcançar, entrecortado por uma ou outra pequena cidade perdida em tanta beleza, lá no fundo as montanhas, num tom mais escuro, um bem enorme para os olhos, sem contar o cheirinho maravilhoso de mato que vai entrando pelas janelas entreabertas do carro - pelo menos até as proximidades de São Paulo, porque aí, não tem como... Começa a lentidão, o cheirinho de combustível queimando no ar, essas coisas que todos já sabem bem como é...  Mas, com tudo isso, paira em mim um gostinho bom de retorno ao aconchego, de chegar a um lugar que é meu, não por ser ou não fisicamente meu, mas meu do coração, da alma, das lembranças, da vida.
Agora, desfazer a mala e retomar a doce rotina do dia a dia, até chegar a hora de novamente atachar as rodinhas aos pés e sair por aí em busca de matar as saudades de meus amores...,

12 comentários:

isa disse...

Bem vinda à sua casa com,quem sabe,
um pouco mais de tempo para nos deliciar com as suas escolhas e,confesso,com os seus escritos.
Beijo.
isa.

Pitanga Doce disse...

Tira do título o DES...buááááááá

Dulce disse...

Isa

Obrigada, querida amiga. Também espero dispor de um tempo um pouco maior para dedicar ao Prosa e ao Cidades, tão quietinhos andam esses cantinhos... rs...

Beijos e uma boa noite para você

Dulce disse...

Pitanga Doce

Ô, minha amiga! Que dó!!!!!!!!!!!!

Beijos e uma boa noite para você.

Paloma disse...

DULCE, entendo que por melhor que se esteja, o nosso cantinho é ainda melhor. Caminho bonito esse percorrido por voce. Fez-me lembrar a serra que vai para Teresopolis, uma paisagem deslumbrante.

Beijos

Dulce disse...

Paloma

Também entendo assim, minha amiga...

Mas sâo lindos os caminhos desta nossa terra, não, Paloma!

Beijos e uma boa noite para você.

PS - E, ao contrário do que se esperava, e para contrariar este meu post, (rs) hoje nem choveu...

elvira carvalho disse...

E de volta ao ninho até novo voo. Por cá tudo na mesma. Não há chuva, nem chuvinha, que nos valha. Os animais não tem pastos. Temos que comprar tudo. Enfim rezemos para que Deus se apiede de nós.
Um abraço

É a quinta vez que vou tentar publicar o comentário. Malfadadas letras.

Dulce disse...

Elvira Crvalho

Pois é, minha amiga, até novo voo... rs...

Tristeza quando a seca invade campos e cidades... Esperemos que a chuva volte logo, para alívio geral.

Retirei as letras da moderação de comentários que andavam causando tantos e tão desagradáveis problemas. Espero que funcione.

Beijos, obrigada e uma boa tarde para você.

Maria Teresa disse...

Dulce:
é muito bom ir, mas voltar... não existe coisa melhor: a alma parece querer espreguiçar, pronta para ter saudade do que ficou pra trás.
Beijos

Pitanga Doce disse...

Dulce, já comecei o mantra: "vai dar tudo certo...sempre dá."Oooooooooooooooooooommmmmmmmmmmmmmm!

Dulce disse...

Maria Teresa

Sem a menor dúvida, minha amiga... Voltar acalenta a alma... E que venham as saudades, sinais claros de que os tempos foram bons...

Beijos e uma boa tarde para você.

Dulce disse...

Pitanga Doce

Vai sim amiga... Uma boa viagem para você, um feliz regresso ao ninho.

Beijos