floquinhos

terça-feira, 30 de agosto de 2011

E a árvore não resistiu...

Vejam a altura dessas árvores...

O ano letivo começou hoje por aqui, assim sendo, os kids levantaram-se cedinho para não perderem os ônibus que passam para buscá-los, cada qual em seu horário. E a casa virou uma pasmaceira só!...  Aproveitei para acertar algumas fotos que tinha tirado e ainda não havia arquivado, pôr minha correspondência em dia, entre outras coisas, e lembrei-me de que não havia colocado ainda fotos no Prosa mostrando o "grande acontecimento" que foi a queda de uma árvore nesta rua... rs... 

O poste partido em dois lugares, a árvore no chão... triste não?

Amigos!... está é uma cidade pequena, tranquila, e uma coisa dessas não acontece todos os dias... rs... Imersa no estilo de vida do lugar, eu "tenho" que reportar as coisas... ou não tenho?... rs... Mas, brincadeiras a parte, vou deixar as fotos porque quero que vejam porque o poste partiu-se em três. Ele era de madeira, como o são todos os daqui, não de cimento, e a madeira já estava envelhecida, daí o estrago maior.



A madeira estilhaçou e o poste carregou os fios de eletricidade com ele...

Outra coisa que chama a atenção por aqui é a altura das árvores, muito mais altas do que as casas, o que, numa ventania, é assustador, e ventanias não são raras por aqui. 


Se um morador quiser cortar uma árvore que esteja em frente de sua casa, ele pode, não há restrições, basta desembolsar uns mil e quinhentos a três mil dólares, dependendo do tamanho da pobrezinha, que é o que o pessoal especializado cobra pelo serviço, por isso muita gente vai deixando suas gigantescas árvores sossegadas, até o dia em que, vencidas pelo tempo, elas se transformam em perigo e precisam ser retiradas. 


Não foi o caso de nossa arvore, ela foi colhida mesmo pela força do vento que estava em dia de muita zanga... Estava numa parte mais aberta da rua e não teve jeito, foi ao chão, partida. Uma pena!...

(Clicar nas fotos para ampliar)

8 comentários:

Graça Pereira disse...

As imagens são esclarecedoras e imagino que, na ocasião terá produzidon algum receio...Chegoua altura dela, é o que é!
Beijo amigo
GRaça

Dulce disse...

Graça Pereira

Na verdade, minha amiga, diante das circunstâncias, não foi absolutamente nada... Mas já passou...

Beijos e obrigada

ValCruz disse...

Dulce! Que bom que você está bem. Saudades daqui e do seu carinho.

Um grande beijo!

Dulce disse...

ValCruz

Obrigada, minha amiga, de coração. Também estava sentindo falta deste convívio.
Beijos e uma otima noite para você.

isa disse...

É assustador ver estas imagens,então
em grande,a árvore toda quebrada...
faz dó!
Ainda bem que já passou!
Bom começo de ano escolar para os Kids.
Beijo.
isa.

Dulce disse...

Isa

E olha que não sofremos absolutamente nada diante dos estragos causados em outros lugares... Por aqui foi só uma forte tempestade de verão.
Obrigada, minha amiga. Os kids agradecem.
Beijos e um bom dia para você.

Clarice disse...

A queda de uma árvore deveria ser sempre notícia para alertar quem não as cuida. Imagine passar bem na hora por aí...
Bela reportagem.
Abraço.

Dulce disse...

Clarice

E, pense bem que, se ela tivesse tombado para o outro lado, destruiria pelo menos parte da casa... Mas pelo que o Irene provocou em outros lugares, o estrago foi minimo nesta região...
Beijos, obrigada e uma boa tarde para você