floquinhos

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Santa incompetência!...

Lugares assim, ainda que em fotografia, me acalmam...

Não é tão fácil assim "me tirar do sério"... Na maior parte das vezes procuro entender as razões de cada um, ponderar, antes de ficar muito irritada, mas hoje... Ah, hoje eu tive que me segurar em todo o meu "aplomb" para não por para fora o que  estava sentindo, e que traduzo como indignação pura e simples pela incompetência ou, na melhor das hipóteses, despreparo de certos funcionários desses grandes laboratórios de exames clínicos e de imagens. Explico: dois dias antes, pedido médico na mão, liguei para agendar o tal exame (um ecodopplercardiograma tridimensional - nomezinho complicado, não?), depois de muitas pesquisas para saber onde ele poderia ser realizado. No tal Laboratório, confirmada a realização, agendados dia e horário, tudo certinho. Como só tinha horário para as sete da manhã, levantei super cedo para poder estar lá meia hora antes, conforme exigência. Triagem feita, subi para as salas de exames. Chamada, entrei na sala, despi minha blusa, coloquei o avental que eles oferecem e já ia me acomodando na maca quando a médica que faria o eco olhou para mim dizendo que aquele exame não era feito lá, nem em qualquer outra unidade daquele laboratório, aliás, ela nem sabia onde aquele exame poderia ser realizado, talvez só no   INCOR ou no HCOR, que lá eles só realizavam o eco bidimensional, cheia de desculpas e rapapés. Pode isso? Claro que eu disse a ela que a menina que agendou o exame e a menina que fez a triagem deveriam saber disso, etc e tal, que com tanto erro elas empatavam não só o meu tempo, mas o da médica também. Mas de que adianta falar? Desci, cancelei o pedido e voltei para casa meio inconformada. Se fosse apenas um erro, vá lá... Mas passei pela atendente que marcou o exame, pela recepcionista que fez o encaminhamento (após ligar para o meu convênio e confirmar se eu teria direito a tal exame, etc etc...  e ninguém prestou atenção ao nome do exame?... 
Ah, Santa Incompetência, como andas grassando neste nosso Brasil varonil!...

9 comentários:

isa disse...

Querida Dulce,como a compreendo!
Quanta falta de atenção!
Passou por várias pessoas?!?!
Ñ tem explicação.
Foi o exame que fiz há tempos e que terei que repetir daqui a uns meses.
Felizmente ñ tive esse incomodo.
Beijo.
isa.

Dulce disse...

Isa

Falta de atenção e despreparo. Fazer o que, não é, minha amiga, além de reclamar a quem de direito?

Beijos e uma boa tarde para você.

Pitanga Doce disse...

Falta de preparo, Dulce. Nem mais! Põem ali gente que não passou sequer por um treinamento e muitas vezes nos atendem falando com outras pessoas ao telefone e nós temos que explicar várias vezes o que queremos. Às vezes era bom fazermos um desenho. Peninha de você, Dulce.

Beijos pitangueiros

Dulce disse...

Pitanga Doce

É isso mesmo, minha amiga. Mesmo lá, enquanto ia preenchendo a ficha, a moça estava de conversinha com a colega ao lado... Fazer o quê se o "doutor" resolveu ir fundo nos exames? Todo ano faço o tal bidimendional, mas por causa de uns probleminhas ele achou melhor fazer esse. E como os papeis se invertem na vida, ele manda e eu obedeço... rs...

Beijos

Graça Pereira disse...

Não, não se compreende e nem se aceita...Imagino a sua irritação e com muita razão-
Beijo carinhoso.
Graça

Dulce disse...

graa Pereira

Pois é, Graça, essas coisas irritam mesmo. Mas... Vamos em frente, procurando o bom que a vida nos oferece, não é? Semana que vem faço o tal exame.

Beijos, obrigada e uma boa noite

elvira carvalho disse...

Querida amiga, incompetência não é só apanágio do Brasil. Por aqui também grassa muita. Mas não restam dúvidas que foi muito aborrecido para si.
Dias atás, a minha irmã ia fazer uma colonoscopia que a médica de família lhe recomendou.
Pois bem, ela marcou o exame, que é feito com anestesia, confirmou a anestesia , fez a preparação que é muito aborrecida por causa de não poder comer quase nada e ter que tomar aquelas papas, e no dia marcado chegou lá e ficou à espera da vez dela. Então começou a ouvir a senhora que estava a fazer exame a gritar, e a filha que a acompanhara, a barafustar que a mãe estava a sofrer muito e que o exame fora marcado com anestesia etc. A minha irmã foi procurar à empregada se os exames eram ou não feitos com anestesia e ela respondeu-lhe que sim, mas que havia pessoas que gostavam de fazer fitas. A minha irmã, disse-lhe: "desculpe mas eu sei muito bem o que é uma anestesia. Se a senhora fosse anestesiada, estava a dormia não gritava.
Por favor dê-me a requisição que eu não faço o exame"
E pronto. Não fez o exame e agora está marcado para fazer no hospital no próximo mês.
Um abraço e bom fim de semana

Beth/Lilás disse...

Terrível isso amiga!
É aquilo que comentei noutro dia lá no meu pedaço, falta preparo e educação para toda essa gente que se integrou agora socialmente.
Não adianta somente dar trabalho, tem que antes vir munida de educação, depois treinamento para que coisas desse tipo não aconteçam e coloquem as pessoas irritadas e pra baixo.
Sinto muito pelo tempo despendido, desperdiçado!
bjs cariocas


Anônimo disse...

I needed too thank you for this fantastic read!! I definitely loved every little bit of
it. I've got you bookmarked too look at new stuff you post…

My blog :: india tour packages