floquinhos

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Ecos do domingo...

Agora... é inegável que é um Batman para ninguém botar defeito... rs...

Pois é! O domingo esteve "comme il faut"! Meus netos vieram passá-lo com o pai que se esmerou na cozinha, num cardápio de dar água na boca: suculentos filés acompanhados de ovos sobre ninhos de espinafre ao creme, arrumados sobre deliciosas torradas, cobertos com queijo parmesão ralado e levados ao forno para gratinar, nhoque puxado na manteiga e salada de folhas verdes... Bom demais! Um bom vinho para os adultos, suco de frutas ou refrigerantes  para os mais jovens. Depois do almoço, uma preguicinha própria de quem está de bem com a vida e com o estômago (rs), uma boa conversa nos sofás da sala e no final da tarde uma seção de cinema numa das salas de cinema do Shopping Villa Lobos, que fica bem perto de casa. Para assistir o que?...  O que?...  Dá até para adivinhar. Meu filho e a garotada, todos doidinhos para ver o Batman, Minha nora e eu, em minoria, sem a menor chance de mudar o jogo... (rs...) Mas foi uma sensação muito boa essa de estar ali, lado a lado com três de meus netos, meu filho, minha nora e a filha dela, num convívio maravilhoso, observando o ar de suspense que pairava no cinema; os garotos que nem piscavam...


E fiquei pensando que afinal, Batman nunca fora mesmo um dos meus super-heróis favoritos! Gostava mais do mistério que pairava sobre o Fantasma em seu tosco trono de madeira adornado por cabeças de caveiras, encravado numa caverna  no meio das selvas,  enigmático mascarado cujo noivado com a bela Mirian parecia tão eterno quanto ele; vivendo entre pigmeus, cortando a mata em sua ridícula vestimenta vermelha, sobre seu soberbo cavalo que, se minha memória não está me pregando nenhuma peça, chamava-se Herói e um lobo, o Capeta, seu cãozinho de estimação... E aqueles anéis em forma de caveiras que deixavam sua marca nos rostos do vilões? (rs...) E gostava também do Mandrake, com seu musculoso assistente, o Lothar e a (também eterna) noiva, Narda!... Super-heróis das revistas em quadrinhos que, já no início da adolescência, foram totalmente substituídos, em minha predileção, pelos melosos livros da Biblioteca cor-de-rosa. 
Foi um dia dos pais, dos filhos e... da avó, que curtiu cada momento de alegria de seu filho com alegria igual, agradecendo à Deus e à vida poder te-lo vivido...

14 comentários:

Lídia Borges disse...


Um domingo em família com um programa de se lhe tirar o chapéu.
De fazer água na boca é, sem dúvida, a descrição do "menu".

Um beijo extensivo a todos os elementos dessa bonita família.

Lídia

isa disse...

Minha querida, que menu espantoso!
Delicioso certamente!
Feliz por si e pela sua linda Família.
Quanto aos heróis...nunca fui mt chegada e ñ tenho preferência.
Agora, filminho romântico...aí estou eu.
Beijo.
isa.

Anônimo disse...

Minha querida amiga Dulce, muito tempo estive sem vir visitá-la, deixei passar o seu aniversário sem nada de lhe mandar parabéns, abraços e todas aquelas coisas que desejamos e damos aos amigos. As minhas desculpas pelo atraso. Apreciei, nas fotos de família, a felicidade estampada no seu rosto e muita vaidade...mãe e avó babosa..Continue sempre assim é o meu desejo.
No que toca aos super-heróis, tive tb. os mesmos que a Dulce a que junto entre outros o Tarzan e o Príncipe Valente com a sua amada Aleta.Devo dizer-lhe que o meu filho ainda leu imensa banda desenhada minha.Sou terrivelmente coleccionadora e tenho alguma BD.Dei ao neto duma das minhas amigas 2 volumes do Zé Carioca que ele não conhecia.
Boa amiga mando-lhe o meu abraço e obrigada pela sua atenção.
Celene
Lx.2012/08/13

Graça Pereira disse...

Foi um programa cinco ***** com a família! Também estou como tu: adorava o herói Fantasma...comprava todas revistas de banda desenhada e devorava, é o termo!
E aquele romance durava...durava e a nossa fantasia também !
Beijocas
Graça

Pitanga Doce disse...

Eu nunca gostei desses super-heróis. Para mim tinha que ter lacinho cor de rosa na cabeça, para me prender a atenção. hehehe
Agora, este teu domingo "comme il faut" foi bom demais. Comidinhas, bebidinhas e muito riso, que eu sei.

Boa noite, Dulce. Vida que segue.

Beth/Lilás disse...

Que demais esse menu! Me deu até vontade de preparar estas torradas com espinafre e ovos, ah, vou fazer sim!
Realmente aquele Fantasma era demais, porém eu tinha um pouquinho de medo, quem gostava era meu irmão e irmã que sempre foram mais punks do que eu.
Meu negócio era Luluzinha e Bolinha, muito frufru euzinha! hehe
Agora, seu dia dos pais foi lindo, principalmente porque pode estar junto ao seu filho amado e neto, vendo o crescimento amoroso de sua família. parabéns!
bjs cariocas



Pitanga Doce disse...

Tá vendo? A Beth é frufru que nem eu. hehehe

Dulce disse...

Lidia Borges

Obrigada, Lídia, e um beijo para você também

Dulce disse...

Isa

Ah, mas isso foi lá na infância... rs... já na adolescência os super-herois deram passagem aos principes encantados...rs... E filme romântico é comigo mesma.

Beijos

Dulce disse...

Celene

Obrigada pelos parabéns e pela presença no Prosa.

Tão bom poder transmitir aos filhos e netos momentos de encantamento que povoaram nossa infância, não?

Beijos e uma boa tarde para você

Dulce disse...

Graça Pereira

Romances que povoavam nosso imaginário... Bons tempos, aqueles! rs...

Beijos e uma boa tarde para você

Dulce disse...

Pitanga Doce

Então minha amiga era toda cor-de-rosa, desde pequenina...
Eu também era toda frufru, mas gostava bem de um super-heroi... hehehehe

Beijos

Dulce disse...

Beth/Lilás

Pois faça, minha amiga, e depois me diga se não é de se comer ajoelhada... rs...

Você viu que a Pitanga disse que é igual a você... Toda frufru... rs... Mas eu também era chegadinha num cor-de-rosa, viu? rs...
Beijos e uma boa tarde

Dulce disse...

Pitanda Doce

Ah essas meninas cariocas, desde cedo muito românticas, lindas... cheias de frufru... hehehehe

Beijos, Pitanguinha.