floquinhos

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Mais uma vez;;;


Há um poema de Fernando Pessoa que não há quem não conheça, mas que sempre me encanta. Lírico, delicado, lindo. Esta não será a primeira vez que o trago ao Prosa, mas sempre o faço com uma certa emoção. E como hoje o dia está lindo, azul, ensolarado, levando o coração a pedir lirismo.....

AUTOPSICOGRAFIA

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a sentir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que leem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só as que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Este comboio de corda
Que se chama coração.

6 comentários:

isa disse...

Um dos nossos amores,ñ é mesmo,minha
querida Amiga?
Espero que esteja bem e com boas notícias da sua Filha e netos.
Beijo.
isa.

Dulce disse...

Isa

Sim, amiga, um de nossos amores...

Obrigada, Isa. Está tudo bem com eles e comigo. Você é uma amiga linda, sempre atenta e gentil. Obrigada.

Beijos e um bom dia.

Beth/Lilás disse...

Bom dia, querida Dulce!
Ainda bem que existem estes poetas para nos reavivar a memória de que viver é preciso e tão bom, tão lindo!
Fernando Pessoa é indispensável num blog responsável e bacana, nunca me canso de lê-lo.
beijos cariocas

Amiga, com esta é a 4a.vez que coloco os números e a palavrinha dos caracteres, espero que meu comentário entre, mas deixe eu lhe dizer uma coisa e acho que posso depois de mais de 5 anos blogando:
não precisa disso para aprovar seus comentários amigos, teu blog é do bem e nunca vai atrair pesquisas com pessoas infames que deixam comentários jocosos ou indecentes, portanto desative isso e deixe apenas selecionado o item de separar Spams. Verás que será mais fácil dos amigos de sempre deixarem seus comentários. beijos

Dulce disse...

Beth/Lilas

Bom dia, Beth.
Tem razão, Fernando Pessoa é sempre um bom momento, em qualquer blog.

Minha amiga, sei que essas letrinhas são um estorvo, mas toda vez que as tiro, tenho problemas com uma infinidade de comentários indesejados, que nem são comentários, porque a estes, amigáveis ou não, eu os acolho sempre e agradeço.
Vou, mais uma vez, tentar eliminar as tais letrinhas, seguindo seu conselho, e torcer para que, desta vez, dê certo.
Obrigada por continuar por aqui, apesar dos probleminhas na hora de postar. Obrigada, mesmo.

Beijos e um bom dia.

Graça Pereira disse...

Dos mais bonitos de Fernando Pessoa, embora seja difícil fazer uma escolha criteriosa.
Beijo amigo
Graça

elvira carvalho disse...

Depois de uma grande ausência, um mês porque me dediquei ao artesanato por completo e outro porque o Sexta teve problemas que me não deixavam nem postar, nem visitar os amigos, eis que estou voltando ao normal. E é uma felicidade chegar e encontrar o nosso poeta maior, (pese o País ter escolhido Camões para esse titulo). Entretanto se tiver curiosidade, eu vou postando no Coisas Minhas, os meus trabalhos.
Um abraço