floquinhos

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Numa doce tarde de verão...



... Para vocês, Mario Quitana e uma rosa. 


"Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém...
E poder ter a absoluta certeza de que esse alguém
também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas
renúncias e loucuras, alguém me valoriza
pelo que sou, não pelo que tenho...
Que me veja como um ser humano completo,
que abusa demais dos bons sentimentos
que a vida proporciona,
que dê valor ao que realmente importa,
que é meu sentimento...e não brinque com ele."


6 comentários:

Pitanga Doce disse...

Ô Dulce, como eu gostaria de ter batido um papinho com "esse tal de Quintana". hehehe


PS: Espero não ofender a suceptibilidade de ninguém lá na árvore, mas já é demais, né não? Credo! Tão invertendo os valores!

Dulce disse...

Pitanga Doce

Ah, minha amiga, sempre vai ter alguém reclamando, mas não ligue, viu? Eu concordo plenamente com você, está, mais uma vez, havendo uma inversão, ou sei lá o que... E está demais, mesmo!...
Beijos e uma boa tarde para você.

Paloma disse...

DULCE, também eu quero e como quero!

Beijos

Dulce disse...

Paloma,

Bem vinda ao clube, minha amiga... hehehehe
E quem não quer?...
Beijos e boa noite

Pitanga Doce disse...

Dulce, o bicho tá pegando aqui no SULLL. Tá frio lá embaixo, filha! Pinguim tá pedindo cobertor. hehe

Beijos e curte o calorzinho.

Dulce disse...

Pitanga Doce

Menina!... Fui olhar os jornais online e mesmo de longe cheguei a sentir frio... brrrrrrrrr... rs...
Beijos